Android Geek
O maior site de Android em Português

LG vai reorganizar a sua divisão mobile face aos maus resultados

A divisão mobile da LG está em maus lençóis no que diz respeito a saúde financeira. Apesar de a empresa ter apresentado lucro em termos globais no primeiro trimestre de 2016, o seu departamento mobile apresentou perdas significativas no mesmo período.

A divisão mobile da LG está em maus lençóis no que diz respeito a saúde financeira. Apesar de a empresa ter apresentado lucro em termos globais no primeiro trimestre de 2016, o seu departamento mobile apresentou perdas significativas no mesmo período.

LG "em arrumações" no departamento mobile

Este já é o terceiro trimestre consecutivo de resultados operacionais negativos na área mobile com os prejuízos a ascenderem aos 202 mil milhões de won (150 milhões de euros). Invertendo um pouco a lógica da velha máxima "em equipa que ganha não se mexe", a secção de telecomunicações móveis da empresa coreana não tem ganho e por isso vai ter que mexer. Isto é, haverá uma reorganização dentro desse departamento para fazer face às adversidades financeiras.

Quem o diz é o CEO da LG e líder da divisão mobile, Cho Juno, que dirigiu o seguinte comunicado aos seus colaboradores:

"We need to change the way we work to move faster and lighter. Other business divisions also need people from MC (mobile communications). We will continue to reshuffle personnel."

"Precisamos mudar o modo como trabalhamos para avançarmos mais depressa e mais leves. Outras divisões de negócio também precisam de pessoal da secção de comunicações móveis. Continuaremos a realocar pessoal."

Um porta-voz da gigante coreana desvalorizou as afirmações do executivo, afirmando que estas mudanças fazem parte da reorganização anual da companhia.

Relacionado:  Samsung ocupa o 2º lugar na classificação de pedidos de patentes Smart Home em 2020

Há ainda um dado importante que deve ser contemplado: é que os resultados das vendas do LG G5 ainda não entraram nas contas do primeiro trimestre do ano, o que quer dizer que a LG ainda pode dar a volta à situação ao longo de 2016. Numa outra perspectiva podemos concluir que muita coisa depende da aceitação do novo topo de gama da empresa, junto do consumidores.

Esta situação não é nova no mundo mobile com empresas como a Sony e a própria Samsung a passarem por situações semelhantes no passado. A empresa japonesa também teve prejuízos no departamento mobile nos últimos três trimestres. Já o departamento análogo da Samsung sofreu reestruturações aquando do falhanço comercial do Samsung Galaxy S5 em 2014.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!