Huawei Watch D pode ser lançado a 23 de dezembro com rastreio preciso da tensão arterial

De acordo com um relatório do XDADevelopers, a gigante tecnológica chinesa planeia revelar um novo wearable no seu evento de 23 de dezembro.

A Huawei prepara-se para um próximo evento a 23 de dezembro de 2021. Espera-se que a empresa revele uma série de novos produtos no evento, um dos quais poderá ser um novo relógio Watch D.

De acordo com um relatório do XDADevelopers, a gigante tecnológica chinesa planeia revelar um novo wearable no seu evento de 23 de dezembro. Além das funcionalidades habituais encontradas nos smartwatches modernos, o novo Watch D também vai incluir uma monitorização precisa da tensão arterial. Esta funcionalidade é semelhante à disponível no Samsung Galaxy Watch 4, que foi o primeiro wearable a incluir esta tecnologia.

Huawei Watch D pode ser lançado a 23 de dezembro com rastreio preciso da tensão arterial 1

Espera-se que o Watch D seja mais barato do que a série Galaxy Watch 4. Notavelmente, espera-se que o smartwatch suporte a Huawei Health, o que vai permitir aos utilizadores manter um histórico detalhado dos seus resultados da tensão arterial e acompanhar quaisquer alterações. Infelizmente, além da funcionalidade de destaque, não existe muita informação disponível sobre este dispositivo neste momento. O lançamento de 23 de dezembro, por outro lado, é consistente com as informações anteriores sobre uma data de lançamento de dezembro para o Watch D.

Nos últimos meses, vimos um interesse crescente dos fabricantes por relógios inteligentes. Marcas como a Apple mantiveram as suas apostas, mas outras como a Amazfit reforçaram com o lançamento de produtos como Amazfit GTR 3 Pro. Outra novidade foi a parceria que o Google fez com a Samsung para impulsionar o Wear OS. Até a Huawei está a renovar os seus esforços com estratégias como inclusão de aplicações de terceiros no seu Huawei Watch GT 2 Series.

Vai gostar de saber:  Renders CAD do iPhone SE 3 revelam um ecrã ligeiramente diferente

Esse cuidado com os seus clientes (esses modelos não são deste ano) procuram fortalecer a imagem da marca, numa época em que os smartphones não são a tábua de salvação que eram antes. Apesar disso, a Amazfit conseguiu usurpar o terceiro lugar nas vendas de relógios inteligentes em todo o mundo, de acordo com um relatório da Counterpoint Research. Amazfit cresce na Europa em países como Espanha

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!