Huawei vai continuar a crescer em 2017 mas a um ritmo mais lento

Em 2015, a fabricante de smartphones chinesa Huawei relatou um crescimento de receita de 35%. No entanto, para o ano em curso, a empresa espera que a taxa seja em torno de 32%. Isto foi revelado por Eric Xu, vice-Presidente do Conselho de Administração da Huawei, numa mensagem de ano novo aos empregados da companhia.

"O ano de 2016 viu um bando de cisnes negros - tanto em termos políticos como económicos - por todo o globo", disse o CEO.

"No entanto, mantivemos o foco na nossa estratégia e pacientemente dedicámo-nos em fazer descobertas e criar valor real para nossos clientes".

 

 

Xu Zhijun (Eric Xu) Vice-Presidente do Conselho de Administração
Huawei vai continuar a crescer em 2017 mas a um ritmo mais lento 1

"EM 2017, ENFRENTAREMOS AINDA MAIORES INCERTEZAS POLÍTICAS E ECONÓMICAS GLOBAIS"

 

 

A empresa anunciou recentemente que os envios globais dos seus smartphones P9 e P9 Plus ultrapassaram a marca de 10 milhões, tornando-se a primeira série da Huawei a atingir este importante marco.

A Huawei tornou-se o primeiro fornecedor de aparelhos chineses a exportar mais de 100 milhões de smartphones em um único ano em 2015, quando um crescimento de 44% nas suas exportações desafiou a desaceleração do mercado.

Relacionado:  Como ativar o Live Caption no vosso smartphone Samsung
Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!