Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei registou a 14 de maio o seu sistema operativo HongMeng

Hoje, o site da Trademark Office mostrou que a Huawei solicitou o registo da marca “Huawei HongMeng”. Huawei HongMeng registado Embora a data do pedido seja 24 de agosto de 2018, a data de anúncio de registo é 14 de maio de 2019.

O CEO de negócios de consumo da Huawei, Yu Chengdong, confirmou que a Huawei está a desenvolver o seu próprio sistema operativo e que estará disponível neste outono.

É relatado que o sistema operativo da própria Huawei será chamado de "Hongmeng OS". Hoje, o site da Trademark Office mostrou que a Huawei solicitou o registo da marca “Huawei HongMeng”.

Huawei HongMeng registado

HongMeng OS

Embora a data do pedido seja 24 de agosto de 2018, a data de anúncio de registo é 14 de maio de 2019. O período de permissão exclusivo é de 14 de maio de 2019 a 13 de maio de 2029. Na coluna de nome de produto, Huawei Hongmeng pode ser aplicado a programas de sistema, programas operacionais de computador, software de operação de computadores, etc.

Isso confirma o facto de que o sistema operativo da própria Huawei denominado “Hongmeng” está a caminho.

Yu Chengdong revelou ainda que o HongMeng OS estará disponível para várias aplicações, como smartphones, computadores, tablets, TVs, automóveis e dispositivos inteligentes. Também será compatível com aplicações Android e todas as aplicações Web.

Já aqui dissemos que o novo sistema operativo Huawei correrá todas as aplicações Android - agora podemos confirmar isso. Temos uma fonte fidedigna que comprova esta informação.

Além disso, o CEO do negócio de consumo da Huawei, Yu Chengdong, confirmou.

Bem, esta é uma abordagem arrojada da empresa de tecnologia chinesa, é uma notícia muito boa para os utilizadores da Huawei e Honor globalmente. Além disso, o novo Huawei OS será compatível com todos os telefones, tablets, televisores e dispositivos portáteis da Huawei.

Yu Chengdong afirma que a Huawei sempre investiu em construir os componentes centrais dos seus próprios Chipsets a autonomia total sempre foi um objectivo.

Desde que o governo dos Estados Unidos adicionou a Huawei Technology à sua lista de entidades que alegadamente ameaçam a segurança nacional norte americana, não tem sido fácil para a Huawei. Algumas empresas e associações revogaram as suas parcerias com a Huawei como resultado da proibição.

Empresas como AMD, ARM, Google, Intel, Qualcomm, etc. suspenderam a cooperação com a Huawei pelo menos temporariamente. Além disso, a JEDEC, líder no setor de microeletrónica, desqualificou temporariamente a subsidiária da Huawei, a Hisilicon, de participar das atividades do JEDEC, a menos que os EUA suspendam a proibição.

A SDA (SD Association), que controla o padrão dos cartões de memória, também removeu a Huawei da sua lista de membros, o que significa que os futuros smartphones da Huawei podem não suportar cartões microSD e podem até mesmo atingir os notebooks. Embora a Huawei tenha introduzido o seu próprio padrão de cartão de memória NM, esta actualmente apenas é suportada por alguns modelos topo de gama. Além disso, a organização padrão PCIe-SIG também cancelou a participação da Huawei.

Será interessante ver como a Huawei responde a esses problemas, pois não parece que a Huawei esteja perto de fechar um acordo com o governo dos EUA.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais