Huawei reduz o fabrico de smartphones baratos devido à escassez global de processadores

  Malicioso:

Vemos reflexos dessa escassez de componentes não só nos lançamentos de novos smartphones, que chegam com processadores de anos anteriores, mas também em outros setores, como a indústria automobilística.

Muitas empresas estão a enfrentar um período complicado devido à escassez de processadores para todos os tipos de produtos e à incapacidade das fábricas de produzir todos aqueles que são necessários para que seja possível manter o Business as Usual.

Vemos reflexos dessa escassez de componentes não só nos lançamentos de novos smartphones, que chegam com processadores de anos anteriores, mas também em outros setores, como a indústria automobilística.

Na China não é diferente e, depensegundo o site MyDrivers isso levou a Huawei a interromper a produção dos seus smartphones mais baratos.

huaweicentral.com_huaweibrand-1024x576.jpg
Malicioso:

Huawei deixa de ter stock de vários modelos

 

Parece que a Huawei está concentrada em usar os processadores de que dispõe para colocar à venda smartphones de gama média e alta, deixando para trás as preocupações com stock de smartphones mais baratos.

Em algumas lojas, o modelo mais barato à venda é o Huawei Nova 8 Pro, um terminal que custa mais de 500 euros.

Presumivelmente, com o aumento da fabrico de processadores nos próximos meses e anos, a Huawei pode regressar a apostar  numa maior variedade de stock nas suas lojas.

Relacionado:  TCL FLIP Pro e Alcatel GO FLIP 4 com KaiOS têm etiqueta de menos de 100$

É claro que em mercados como Portugal o problema continuará a ser a ausência de serviços e aplicações do Google, algo que parece não vir a mudar no curto ou médio prazo.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!