Huawei planeia construir a sua maior loja fora da China na Arábia Saudita

‎Parece que a gigante chinesa Huawei quer cimentar a sua presença global no meio de uma ‎‎disputa com os EUA.‎‎ Uma informação da Reuters vem afirmar que a marca planeia construir a sua maior loja fora da China na Arábia Saudita.

‎Parece que a gigante chinesa Huawei quer cimentar a sua presença global no meio de uma ‎‎disputa com os EUA.‎‎ Uma informação da Reuters vem afirmar que a marca planeia construir a sua maior loja fora da China na Arábia Saudita.‎

Huawei planeia construir a sua maior loja fora da China na Arábia Saudita 1

‎O Governo saudita ‎‎diz‎‎ que ‎‎a Huawei‎‎ assinou um contrato de arrendamento com a Kaden Investment da Arábia Saudita. Aparentemente, este contrato é para a nova loja flagship que a empresa planeia abrir em Riade. Se tudo isto vier a ser implementado, esta poderá ser a maior loja da Huawei fora da China.‎

‎Em junho de 2020, a empresa abriu a sua maior loja flagship Huawei em Xangai, China. Esta loja está localizada no Edifício Nanjing com uma ‎‎área de negócio de quase 5000 metros quadrados.‎‎ Antes disso, a empresa também abriu a sua primeira "loja global flagship" em Shenzhen, China, em 2019.‎

‎De qualquer forma, esta última informação não especifica quaisquer dados sobre o tamanho da loja ou a data de lançamento. De qualquer forma, esta evolução surge numa altura em que existe uma grande procura de produtos e serviços digitais no Reino Árabe. O uso da Internet saudita irá estar, alegadamente, acessível a 82,6% da população até 2022, o que equivale a um aumento de 9,4% desde 2017.‎

Huawei planeia construir a sua maior loja fora da China na Arábia Saudita 2

‎Assim, a loja da Huawei poderia servir de ponte para vender produtos diretamente aos seus clientes. Esta não é a primeira vez que a Arábia Saudita acolhe os investimentos da Huawei na região. Depois de dizer que está ‎‎aberta a usar a tecnologia da Huawei‎‎, a Arábia Saudita assinou um MOU com a Huawei em outubro de 2020. Este foi um esforço conjunto para reconhecer a língua árabe e a escrita usando a tecnologia de IA.‎

Relacionado:  iPhone Flip não vai ser o único smartphone dobrável da Apple

‎A Huawei enfrenta muitos desafios quanto aos números de vendas fora da China, graças à pressão dos EUA. A empresa já perdeu a ‎‎sua posição‎‎ como a maior marca de smartphones do mundo para a Samsung depois de a ter ultrapassado brevemente na Q2. A empresa também enfrenta muitos problemas ao ‎‎fornecer a sua tecnologia 5G‎‎ a outros países, uma vez que os EUA estão a pressioná-los a não comprá-los à Huawei.‎

‎Dito isto, é realmente bom saber que o Governo da Arábia Saudita não cede a pressões dos EUA, e desta forma fortalece os laços com o gigante chinês. Para ajudar mais a isto, os países do Golfo, incluindo a empresa saudita de serviços de internet, Zain KSA, alegadamente assinaram acordos para usar a tecnologia 5G da Huawei.‎

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!