Análise Huawei P8 lite 2017

O primeiro Huawei P8 lite remonta ao ano de 2015 ao qual fizemos a sua review completa, era uma altura na qual a chinesa Huawei começou a ganhar espaço no mercado nacional, com uma simples estratégia de oferecer aos seus utilizadores equipamentos com muita procura mas a preços bastante competitivos, dai o sucesso do Huawei P8 Lite.

Análise Huawei P8 lite 2017 image

Hoje apresentamos o Huawei P8 lite (2017).

Foi tanto o sucesso do seu antecessor  que a Huawei teve que lançar uma nova versão melhorada e adaptada às necessidades de 2017.

Mas será este novo Huawei P8 (2017) apenas uma cara bonita comparada ao original?

Ou terá esta nova versão ganho alguma pujança com este lançamento renovado?

 

 

Antes de entrarmos em detalhes fiquem com as especificações gerais.

Rede GSM 850/900/1800/1900 (SIM 1 e SIM 2 opcional) – HSDPA 850/900/1900/2100 – LTE
Anunciado 2017, janeiro
Ecrã IPS LCD touchscreen capacitiva, 16M cores
1080 x 1920 pixeis, 5,2 polegadas
– 2.5D ecrã
– Multitouch Suporte
– O sensor do acelerómetro para auto-rotação
– Sensor de proximidade para auto turn-off
– Sensor de luz ambiente
Slot para cartão microSD, até 256GB no SIM 2, Híbrido dual SIM (opcional)
Memoria – 3GB RAM, memória interna de
Processador – Processador de 64 bits octa-core Kirin 655 Hisilicon 2.1GHz, GPU Mali-T830MP2
OS OS Android, Nougat v7.0
Câmara 12 MP, f / 2.0, foco automático, flash LED, rosto e detecção de sorriso, geo-tagging, HDR, 1080p @ 30fps de vídeo, 8 MP câmera frontal, f / 2.0, 1080p
– GPS com A-GPS e GLONASS
– Bússola digital
– Wi-Fi 802.11 b / g / n; Wi-Fi Direct
– Bluetooth LE v4.1, A2DP, EDR
– NFC
– MicroUSB 2.0
– Leitor de impressão digital
– 3,5 mm conector de áudio
– Cancelamento de ruído activo com microfone dedicado
Bateria Padrão, Li-Ion de 3000 mAh

 

Unboxing

 

Design

Comecemos com o design, esta nova versão tomou um rumo bastante diferente face à original pois passou de uma construção de plástico para vidro, tendo apenas plástico à sua volta no aro do equipamento.

O Huawei P8 Lite 2017, segue as tendências recentes de design dos smartphones atuais e apresenta-se com um formato mais curvo, com uma atitude mais “edgy” se lhe podermos chamar. (inventei esta agora)

A Huawei segue a mesma mentalidade usada no design da gama Honor, agora aplicada ao P8 Lite 2017, bem como à mais recente novidade da família chinesa, a gama Huawei P10.

Ainda sobre o design a Huawei manteve o mesmo layout da versão de 2015 no que toca à disposição dos botões, com algumas excepções.

Podemos contar agora com o leitor de impressões digitais na traseira do equipamento, que é novidade, e os botões de volume e energia no lado direito, duas colunas na parte de baixo do equipamento para efeito estéreo, mas apenas uma é que funciona, sendo a outra apenas para efeito estético, em termos de tamanho de ecrã tivemos um aumento de 0,2 polegadas passando de 5 para 5,2 polegadas.

Sendo um ecrã IPS Full HD com 424 pixeis, passamos assim a ter o dobro dos pixeis do que a versão original, com um ecrã cheio de cor e vibrante com boa visibilidade ao sol, já em termos de protecção não temos confirmação sobre o tipo de Corning Gorilla Glass presente no equipamento, segundo o site GSMARENA, o que nos apercebemos durante o tempo que tivemos oportunidade de testar este equipamento é que o seu revestimento de ecrã deixa algo a desejar, comparando por exemplo com o Huawei P9 lite.

Temos um equipamento bastante propenso a dedadas e escorregadio, e apesar das suas 5.2 polegadas não tem um grip muito seguro, é sempre necessária uma atenção redobrada na altura de manusear o mesmo.

Mesmo tendo tudo isto em conta, esta nova versão do P8 lite claramente teve um melhoramento face à versão original, não se podendo exigir muito mais uma vez que se trata de um equipamento de média gama.

 

Performance

 

Pondo de lado o claro “face lift” que o P8 lite 2017 levou, o mesmo sofreu ainda alguns melhoramentos no campo do hardware e software.

Desta vez temos um processador HiSilicon Kirin 655 Octa-core (4×2.1 GHz Cortex-A53 & 4×1.7 GHz Cortex-A53) que continua a ser um processador de gama média mas com um claro melhoramento, em termos de RAM passamos a ter 3 GB mas já vamos abordar melhor este tema, já a memória interna continuamos a ter 16 GB com a possibilidade de expansão via micro SD até 256 caso optemos por usar uma das slots para o cartão, uma vez que esta nova versão é Dual SIM (Nano-SIM, dual stand-by).

Em termos de performance quando testamos jogos ou aplicações mais pesadas, no caso de jogos como o Asphalt 8 ou o Nova, e até mesmo quando fizemos testes no Geekbench o equipamento não decepcionou, no entanto apesar dos 3 GB de RAM grande parte destes é usado por aplicações de sistema o que se tornou algo despontante no multitasking,  tivemos alguns problemas em alternar aplicações, tendo mesmo que eliminar algumas que estavam a correr.

 

Software

 

Em termos de software temos a ultima versão do Android , o Android Nougat, bem como o EMUI da Huawei (5.0), ao qual atribuimos o uso abusivo de RAM presente neste equipamento, não estando o EMUI optimizado para o Android Nougat no P8 lite 2017, nada que não esperemos ver resolvido numa futura atualização de software.

Agora temos uma gaveta de aplicações, presente na interface da Huawei com o EMUI 5, algo que muitos utilizadores já tinham reivindicado,  o que torna toda a experiência muito mais semelhante à do Android stock, fora isso podemos contar com as mesmas características que já conhecemos do EMUI.

 

Bateria

 

No departamento da bateria claramente tivemos um melhoramento a olhos vistos, sendo este o ponto mais fraco da versão original.

Passando de uma bateria de 2200 mAh para os 3000 mAh, não esquecendo claro todas as optimizações já presentes no Nougat, podemos contar com um dia à vontade, mesmo para o utilizador mais exigente, conseguindo obter uma média de 3 horas e meia de ecrã ligado.

Esta nova versão de 2017 surpreendeu-nos bastante comparativamente com a versão anterior.

 

Câmara

 

Análise Huawei P8 lite 2017 imageAqui não contem com a dupla lente ou lentes concebidas pela Leica, mas sim com um sensor standard de 12 megapixeis com uma abertura f/2.0 na traseira e um sensor de 8 megapixeis na parte frontal, algo expectável tendo em conta que estamos perante um equipamento de média gama, mas que mesmo assim nos apresentou resultados satisfatórios, mesmo quando a luz natural já era pouca.

 

O Huawei P8 lite 2017 conta com pixeis maiores mais precisamente 1,25 micrômetros, a fim de capturar mais luz, e o seu auto-foco também responde de forma particularmente rápida.

Podemos confirmar que a câmara captou fotos bem expostas e que retrata bem a profundidade em áreas escuras e brilhantes, o que não é um mau resultado, os contornos poderiam ser mais nítidos, o fundo intencionalmente desfocado parece frequentemente artificial.

Os vídeos podem ser gravados em 1080p a 30 frames por segundo, a exposição aqui é muito boa e adapta-se rapidamente às condições de luz em mudança. A nitidez da imagem também é boa, fica é a salvaguarda para terem atenção quando segurarem no smartphone durante as filmagens, pois o vosso dedo pode aparecer no frame da mesma, devido à posição da câmara no canto superior esquerdo.

 

Veredicto final


A gama “Lite” da Huawei tem ganho bastantes seguidores no mercado nacional, por apresentar equipamentos bons  a preços acessíveis e no caso o P8 lite 2017 não foge à regra , este encontra-se a ser comercializado em Portugal por um preço médio de 250€, se contarmos com o seu design e interface e ainda alguns extras de hardware como sendo um dos seus pontos mais fortes, temos um equipamento de gama média bastante apelativo, sendo que a única coisa que não apreciamos no setup do P8 lite 2017, é claramente a sua falta de optimização de RAM que acreditamos que posa ser corrigido através de actualizações.

 

Prós

  • Autonomia
  • Design/construção
  • Preço

Cons

  • Optimização da RAM
  • Revestimento do vidro

 

 

 

Poderá gostar de: Mais do autor

Comentários estão fechados.