Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei confirma o nome Hongmeng OS, e aumenta a sua receita em H1 2019

No entanto, apesar da proibição, a Huawei parece ter tido um bom primeiro semestre do ano, como o presidente da companhia, Liang Hua, revelou numa conferência de imprensa hoje, que revelou que a  Huawei aumentou sua receita no primeiro semestre do ano.

A Huawei tem estado sob os holofotes nos últimos dois meses, especialmente desde que o governo dos EUA baniu a empresa de efectuar negócios com as empresas Americanas. Após a recente cimeira do G20, a proibição foi levantada pelo governo, mas a Huawei ainda não foi removida completamente da lista de entidades não confiáveis. No entanto, apesar da proibição, a Huawei parece ter tido um bom primeiro semestre do ano, como o presidente da companhia, Liang Hua, revelou numa conferência de imprensa hoje, que revelou que a  Huawei aumentou sua receita no primeiro semestre do ano. Ele confirmou ainda o nome do seu próximo sistema operativo, Hongmeng OS na conferência de imprensa.

androidgeek-2019-07-12_10-54-05_733440.png

O aumento das receitas da Huawei no primeiro semestre de 2019 não é totalmente surpreendente, dado que a proibição entrou em vigor em maio. Portanto, o desempenho da Huawei nos primeiros quatro meses do ano poderia ter sido bastante forte para mitigar o seu efeito. Se bem se lembram, a Huawei já tinha conseguido enviar mais de 100 milhões de smartphones antes da proibição entrar em vigor. Assim, o dano real da proibição só será provavelmente visto no segundo semestre do ano. Notem que as estimativas iniciais revelaram que a proibição de comércio com os EUA, era provável fazer com que a Huawei perdesse US $ 30 mil milhões de receitas da empresa.

 

Actualmente, a posição de Washington é de permitir que empresas dos EUA vendam a sua tecnologia e produtos para a Huawei, desde que esses produtos não representem uma ameaça à segurança nacional. Mas o presidente da Huawei não está feliz com a situação actual. Na conferência de imprensa de hoje, Liang aponta que "adicionar a Huawei à lista de entidades não era justificada ou justa" e que a Huawei "deveria ter sido removida da lista por inteiro". Ele ainda aponta que o Hongmeng OS foi desenvolvido para produtos IoT e que o Android do Google era o sistema operativo preferido para smartphones. "Ainda não decidimos desenvolver o HongMeng OS para um sistema operativo para smartphones", acrescentou ele. Mas isso poderá mudar se a Huawei for impedida de usar o Android nos seus telefones.

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais