Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei nega rumores sobre abrandamento na produção de smartphones

De acordo com uma nova informação da Forbes, A Huawei diz que a produção de smartphones não parou ou abrandou de alguma forma. A empresa chinesa decidiu negar os rumores que surgiram após a recente proibição nos Estados Unidos, que, como consequência, também afetou o relacionamento do fabricante chinês com várias empresas de hardware e software.

A Huawei, após o bloqueio exercido pelo governo dos Estados Unidos, está de momento impedida de trabalhar com empresas dos EUA, por isso memso, a empresa chinesa já está preparar-se para lançar o Ark OS, o seu próprio sistema operativo que já foi visto em algumas imagens. Por ocasião do veto dos EUA, há alguns dias, uma informação sugeriu que a empresa havia fechado algumas das suas linhas de produção, algo que a Huawei acabou por desmentir. De acordo com uma nova informação da Forbes, A Huawei diz que a produção de smartphones não parou ou abrandou de alguma forma.

Huawei nega rumores sobre abrandamento na produção de smartphones 1

A empresa chinesa decidiu negar os rumores que surgiram após a recente proibição nos Estados Unidos, que, como consequência, também afetou o relacionamento do fabricante chinês com várias empresas de hardware e software. Agora a empresa decidiu põr um fim a esses rumores, decidindo negá-los em público.

"A Huawei refuta essas afirmações, os nossos níveis de produção globais são normais, sem ajustes notáveis ​​em qualquer direção". Confirmou um funcionário da empresa chinesa.

Huawei diz que os seus níveis de produção globais são normais

Huawei enfrenta, como sabemos, várias dificuldades em todo o mundo, mesmo quando se trata dos seus planos de infra-estrutura de rede 5G, já que os Estados Unidos estão a pressionar os seus aliados para aderir à proibição. De momento, temos que esperar para saber o que o futuro reserva para a empresa após os 3 meses de actualizações garantidas.

O certo é que a Huawei estava preparada para um possível veto por parte dos Estados Unidos, já que tinha um plano B para os seus processadores. A própria empresa publicou um vídeo para tranquilizar os seus utilizadores, onde afirmam que os utilizadores de equipamentos Huawei ou Honor podem ficar descansados de que é possível continuar a instalar aplicações e atualizá-las, bem como correções de segurança.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais