Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei espera que smartphones expedidos excedam 250 milhões em 2019

No ano passado, ou seja, para o ano de 2018, a empresa revelou que as suas remessas de smartphones ultrapassaram a marca de 200 milhões e os equipamentos expedidos combinados da empresa de smartphones atingiu mais de 206 milhões de unidades

 

A Huawei teve um bom desempenho no ano passado no que diz respeito ao negócio de electrónicos de consumo, mesmo quando a empresa estava a passar por um momento difícil devido à preocupação com a segurança dos seus produtos e a guerra comercial EUA-China.

No ano passado, ou seja, para o ano de 2018, a empresa revelou que as suas remessas de smartphones ultrapassaram a marca de 200 milhões e os equipamentos expedidos combinados da empresa de smartphones atingiu mais de 206 milhões de unidades. Foi relatado que a receita de negócios de consumo da Huawei atingiu US $ 52 biliões, que é a maior receita dos negócios da Huawei.

logotipo da huawei-store

Este ano, a empresa pretende expedir mais de 250 milhões de unidades dos seus smartphones globalmente. Durante a China Cup Central League, Zhu Ping, vice-presidente de negócios de consumo da Huawei, apontou que os equipamentos expedidos da Huawei em 2019 vão ultrapassar a marca de 250 milhões de unidades.

O desenvolvimento vem depois da empresa ver a procura pelos seus smartphones flagship recentemente lançados - Huawei P30 e P30 Pro. Quando os dispositivos foram colocados à venda na China a 11 de abril, a empresa vendeu equipamentos no valor de 200 milhões de yuan em apenas 10 minutos.

A empresa revelou recentemente que a sua actual linha de smartphones - Huawei Mate
20, enviou mais de 10 milhões de unidades em apenas 4 meses e meio. Também anunciou que o Mate 20 quebrou o anterior registo da linha Mate e da série P, pelo mesmo período de tempo na China.

Durante a Conferência de Parceiros e programadores do Terminal Global da Huawei em 2018, em junho deste ano, o CEO da Huawei para os negócios de consumo Yu Chengdong estabeleceu uma meta de 200 milhões de remessas de smartphones para a Huawei e para a Honor. A meta anual para 2019 foi fixada em 250 milhões de unidades e foi anunciado que a empresa vai esforçar-se para chegar até chegar a 300 milhões de unidades em 2020.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais