Android Geek
O maior site de Android em Português

HTC abre acesso antecipado ao seu smartphone blockchain

Depois de meses de só conversa o telefone “blockchain” da HTC finalmente poderá ver a luz ao fundo do túnel, embora em quantidades limitadas. A fabricante de hardware anunciou hoje numa conferência de criptografia em Berlim que está a abrir o acesso a uma versão anterior do aparelho Exodus 1 para os interessados, como criptógrafos e programadores focados em sistemas de segurança através do seu site oficial.

Depois de meses de só conversa o telefone “blockchain” da HTC finalmente poderá ver a luz ao fundo do túnel, embora em quantidades limitadas. A fabricante de hardware anunciou hoje numa conferência de criptografia em Berlim que está a abrir o acesso a uma versão anterior do aparelho Exodus 1 para os interessados, como criptógrafos e programadores focados em sistemas de segurança através do seu site oficial.

HTC abre acesso antecipado ao seu smartphone blockchain 1

É claro que a "versão inicial" implica que não estamos a lidar com um protótipo, que de nada semelhante poderá ter com a versão final. Além disso o facto do telefone só começar a ser enviado a partir de dezembro, dá nos a sensação que não passa de mais um engodo do que outra coisa qualquer. Ainda assim, se são entusiastas da tecnologia ou é um tópico do vosso interesse, fiquem a saber que será possível usar Bitcoin ou Ethereum.

HTC focada na tecnologia blockchain

As imagens do telefone ainda não passam de esquemas da construção e renders, mas o dispositivo parece partilhar muita linguagem de design em comum com o FlagShip mais recente da HTC o U12, inclusive o facto de ter uma traseira em vidro translúcido. O que dá aquele toque especial, principalmente para os fãs de tecnologia. No entanto é normal o foco das empresas na construção neste tipo de dispositivos inovadores, seja centrado na tecnologia subjacente. De forma a ser esse o ponto que distinga o equipamento no mercado. No entanto pelo menos para já ficámos com a ideia que neste caso, podemos contar com base sólida e funcional para o aparelho. O telefone em si corre Android pelo que parece, e boa parte da tecnologia subjacente serve de forma a manter o telefone seguro, para que possa ser utilizado para armazenar dados sensíveis, chaves de criptomoedas, bem como todos os dados do mesmo. Há também uma interessante função interna para aceder a dados perdidos de maneira descentralizada.

A HTC desenvolveu um mecanismo exclusivo de Recuperação de Chave Social, caso o telefone seja perdido ou roubado, ou o utilizador esqueça as suas chaves. É uma maneira fácil e segura de recuperar chaves perdidas no hardware. A HTC  também garante que não guarda as nossas chaves num local central ou em nenhum ponto de comunicação. Garantindo que o utilizador mantém a custódia total em todos os momentos. De igual modo a HTC permite que o utilizador escolha alguns contatos de confiança e cada um deles deve fazer o download de uma aplicação de gerenciamento de chaves. A chave principal será dividida, e através de um algoritmo de partilha secreto será enviada para os vossos contatos escolhidos. Caso seja necessário o utilizador pode recuperar o acesso aos seus fundos com sucesso.

HTC abre acesso antecipado ao seu smartphone blockchain 2

Por enquanto, a HTC está a usar este programa de forma a controlar a tecnologia e ao mesmo tempo receber feedback de um pequeno núcleo de utilizadores. Embora não acreditamos que este dispositivo e tecnologia fique disponível para consumo geral, mas sim que seja mais focado para empresas do setor da criptografia.

 

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
Através de

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link