Honor 10: Segredos e Opções Avançadas

Passados dois meses sobre o seu lançamento e alguns artigos sobre este exclente Honor 10, propomo-nos agora a abordar algumas das funcionalidades avançadas do Huawei Honor 10.

Ao escrever sobre este equipamento é preciso relembrar que se trata de um dispositivo que, na Europa, esgotou em poucas horas. Independentemente de outras análises que se possam estabelecer, o Honor 10 aparenta ser “o gémeo falso do P20” e muitos o apelidam do iPhone X com sistema Android.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

Honor 10 CPU e GPU.. e NPU

Nestas últimas décadas fomo-nos habituando aos termos tecnológicos CPU e GPU para representar as unidades de processamento central e gráfica dos dispositivos. Estas unidades foram propiciando durante anos uma interação visual e um desempenho cada vez mais apelativos.

Nesta fase, estamos definitivamente a entrar numa nova era de computação em que as arquiteturas e os conceitos dão finalmente, ao nível do consumidor final, corpo efetivo ao termo inteligência artificial.

 

NPU é o termo tecnológico que nos vai consciencializar desta nova era de computação. Se, numa primeira iteração, retirámos uma fatia “gorda” de processamento do CPU para a dedicar ao GPU, nesta fase, e fruto da exigência que é manter uma base de conhecimento e evoluir uma máquina de aprendizagem, a opção, em termos de arquitetura passa por retirar outra fatia “gorda” de processamento para a dedicar a uma Unidade de Processamento Neuronal (NPU)

Na Huawei, o recurso à inteligência artificial (AI) iniciou-se com o EMUI 5.0. Todavia, o processamento de AI era totalmente realizado na Cloud. Com a criação e adoção do Kirin 970, o HiSilicon incluiu igualmente uma Unidade de Processamento Neuronal dedicada a executar as tarefas da máquina de aprendizagem de forma muito eficiente em comparação com os núcleos de CPU.

Esta nova arquitetura é uma aposta forte da Huawei, a qual apresenta resultados já evidentes com os Huawei P20 e com o Honor 10. Na prática e para o utilizador final, o desempenho dos dispositivos deixa de ser condicionado exclusivamente pelas velocidades de relógio dos CPU’s e dos GPU’s. No limite, processadores mais lentos nestes tipos de processamento, poderão apresentar os resultados esperados pelo utilizador mais rapidamente, recorrendo para isso a este coprocessador especifico, o NPU, que agora surge nos chip’s dos equipamentos.

Na qualidade de consumidores, a atenção a estes pormenores serão cada vez mais necessárias no momento de escolher um dispositivo novo. A indústria, apesar de não ser tão evidente como em outros momentos, move-se a uma velocidade acentuada. Move-se à volta de aspetos complementares ao processamento e ao armazenamento, move-se em detalhes da usabilidade, mas move-se com um objetivo muito bem definido: proporcionar uma melhor experiência ao utilizador final.

No desenrolar deste artigo sobre as opções avançadas do Honor 10, vamos abordar o tema NPU e como o podemos “ver” nas facilidades do dispositivo. Vamos igualmente desvendar algumas opções escondidas para utilizadores que exploram ao limite os seus equipamentos.

NPU e a AI câmera

Para abordar o NPU no Honor 10, nada melhor do que começar pela AI Camera. Começando pelas especificações, é importante recordar que o dispositivo tem uma câmara frontal de 24MP e uma câmara dupla traseira de 24 e 16MP.

Estamos portanto a falar de um nível significativo de detalhe na captura de imagem.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

Um detalhe do Honor é o uso da inteligência artificial no reconhecimento de objetos e lugares ao apontar a lente para eles. Além disso, o sensor identifica as melhores configurações de acordo com o objeto enquadrado, fazendo ajustes automáticos.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

Para garantir estas facilidades, basta garantir que a opção AI no topo do ecrã se encontra ativo. Pressionando sobre o texto percebemos rapidamente se a “fotografia inteligente” está ou não ativa.

 

 

 

 

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas imageEstando ativa e pronta a utilizar, o NPU é invocado para auxiliar no reconhecimento de objetos, possuindo como base de conhecimento um conjunto de 22 modos de disparo que se ajustam a diferentes cenas e diferentes objetos em tempo real. Mais, o Honor 10, consegue identificar os vários elementos de uma cena e otimizá-los individualmente. Esta versatilidade proporciona uma experiência muito agradável graças ao coprocessador dedicado às tarefas de reconhecimento de padrões e de aplicação de regras de inferência que se traduzem no objeto “inteligente”.

O Honor 10 inclui ainda um modo de iluminação de retrato, tipo Apple, que funciona tanto nas câmaras traseiras como na câmara frontal.

O resultado são fotografias excelentes. São imagens de uma qualidade muito apreciável.

 

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

O Assistente Inteligente é outro ponto do sistema em que podemos observar as evoluções que a introdução da AI beneficia a experiência do utilizador final. Tal como na camara, os sensores de movimento, cada vez mais rigorosos, transmitem às unidades de processamento informação mais detalhada do que o utilizador está a realizar com o seu dispositivo.

Do Honor 10 vamos abordar quatro funcionalidades do Assistente Inteligente que utilizam os, cada vez melhores, sensores, tiram partido das capacidades do CPU e do GPU, mas que, na atual arquitetura de processamento, potenciam significativamente a presença do NPU: o HiTouch; o Inverter; o Agarrar; e o Levantar.

O HiTouch é uma facilidade que permite ao utilizador identificar produtos que estejam a ser mostrados no ecrã do dispositivo. Ao pressionar continuamente, com os dois polegares, no ecrã o sistema vai tentar encontrar os, por exemplo na Amazon, o produto respetivo.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

Ao ativar a deteção do movimento de inverter, o utilizador beneficia do reconhecimento inteligente do movimento para desativar o som das chamadas recebidas ou dos sons temporizadores e de alarmes.

Por sua vez, a opção agarrar permite a utilização de facilidades como reduzir o volume do som ao receber chamadas ou o volume do som dos temporizadores.

Permite ainda ativar o dispositivo quando este está em modo idle. Aliás, esta facilidade combinada com o reconhecimento facial, resultam muito bem para, num curtíssimo espaço de tempo, o utilizador reativar e desbloquear o seu equipamento.

Finalmente, o levantar permite outro conjunto de ações que beneficiam a utilização do equipamento. Permite, com o movimento de deslocação até ao nível da orelha, atender ou realizar chamadas, consoante a situação e permite ainda, com ou sem Bluetooth, em função da escolha do utilizador, acionar de forma inteligente o altifalante (em opção alta voz) ou o auricular (do próprio equipamento ou do dispositivo Bluetooth ligado).

Honor 10 : Gestor do telefone integrado

Dentro das opções avançadas do Honor 10 está também a aplicação “Gestor do Telefone” (ou Phone Manager). É uma aplicação que “escapa” a um leque alargado de utilizadores, mas que agrega um conjunto de facilidades que contribuem significativamente para manter o dispositivo saudável.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

A utilização de qualquer dispositivo, e neste caso não só na área das tecnologias de informação, conduz a desgastes que, com uma simples manutenção operacional, o utilizador pode facilmente compensar. Por exemplo, para verificar a pressão dos pneumáticos de uma viatura, um utilizador não precisa de recorrer a uma empresa especialista, nem tão pouco ao fabricante. Nos computadores “tradicionais” e agora também nos smartphone’s há um conjunto de rotinas que o próprio utilizador pode realizar regularmente. Nos últimos anos, os fabricantes têm agregado essas rotinas num aplicativo específico para o efeito e, no limite do possível, têm automatizado essas rotinas no sentido de auxiliar o utilizador nestas tarefas. No Honor 10, estas rotinas estão incluídas no “Gestor do Telefone”.

 

 

Esta aplicação permite:

1) efetuar a limpeza do armazenamento do dispositivo, eliminando ficheiros desnecessários e/ou duplicados ou apagando aplicações não utilizadas;

2) controlar a utilização dos dados móveis, inclusive definindo as aplicações que estão autorizadas a utilizar o serviço móvel de dados;

3) controlar a lista de interceção, permitindo evitar mensagens de proveniências indesejadas;

4) configurando os atributos que melhor contribuem para a duração da bateria;

5) controlar as aplicações autorizadas à zona de transferências. É importante recordar que esta pasta é um ponto de preocupação pela potencial entrada de agentes malignos no dispositivo. E só com um controlo rigoroso, o utilizador está menos propenso a ameaças; 6) varrer o equipamento para identificar vírus e outras ameaças que coloquem o dispositivo, e seu utilizador, em risco.

A facilidade mais interessante e que mais cativa os utilizadores é que um simples “clique” no botão de otimizar efetua estas rotinas automaticamente. Naturalmente, o utilizador tem ainda a opção de, em detalhe de cada uma das facilidades, parametrizar as suas escolhas, mas o que se verifica é que a configuração padrão do fabricante é muito satisfatória.

Relativamente à marca, parece-nos importante que se mantenha a atenção ao seu projeto. Sabe-se que o mercado está a preparar com força o final de 2018, e, na Huawei, para além da melhoria da velocidade dos relógios de processamento, é de esperar mais surpresas no novo Kirin 980.

Para concluir o conjunto de temas que aportámos para este artigo sobre opções avançadas do Honor 10, vamos desvendar as duas facilidades que, estando escondidas do utilizador comum, podem auxiliar o utilizador avançado a realizar algumas tarefas mais técnicas sobre o dispositivo.

A ativação destas facilidades faz-se sempre a partir da aplicação de “Telefone” introduzindo códigos como de um número de telefone se tratassem. Não iremos detalhar todas as capacidades disponíveis nestes menus, mas somente identificar por imagem as principais funcionalidades disponíveis. Reconhecemos que, em algum momento, poderão ser úteis para ultrapassar uma qualquer questão. Uma parte significativa desta informação está disponível ao utilizador final e, de facto, só para um detalhe de nível superior, estas facilidades representam uma mais-valia.

Alertamos para o facto de, com estas funcionalidades, se poder colocar em risco a operacionalidade do equipamento, pelo que o seu uso em “modo escrita” só deve ser preconizado se o utilizador estiver absolutamente confiante da intervenção que está a realizar.

A primeira opção escondida é o menu projeto. Código: **2846579**.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

A segunda opção escondida é o menu teste. Código: **6130**.

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

Honor 10: Segredos e Opções Avançadas image

 

Sem dúvida, de tudo que temos observado e temos partilhado convosco, o Honor 10 continua a deixar muito boa impressão. Mas mesmo importante, é auscultar as vossas questões e os vossos comentários. Nós, cá estaremos disponíveis para vos “ouvir”.

Até breve…

 

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉


Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link

Achou interessante?

Partilhe com os seus amigos