Google perde processo por discriminação de género e deve pagar $1 milhão a executiva Ulku Rowe

High rare value that stands out among many candidates. 3D illustration

A Google foi considerada culpada de discriminação sexual e condenada a pagar à executiva Ulku Rowe $1,1 milhões por danos punitivos e sofrimento. A decisão do júri reforça a mensagem de que a discriminação e retaliação não serão toleradas no local de trabalho.

Um júri declarou a Google culpada de discriminação sexual e premiou com $ 1.1 milhões Ulku Rowe, executiva da Google Cloud que apresentou a queixa. A ação judicial de Rowe alegava que a empresa pagava mais a colegas masculinos menos experientes e que lhe negou promoções em retaliação às suas queixas, tanto internamente como posteriormente em tribunal.

Esta decisão do júri reforça o crescente escrutínio sobre a igualdade de remuneração e oportunidades no local de trabalho, especialmente na indústria da tecnologia, onde as disparidades salariais entre os géneros são frequentemente denunciadas.

Google perde processo por discriminação de género e deve pagar $1 milhão a executiva Ulku Rowe 1

Discriminação de género na Google

Segundo o relato do Bloomberg Law, o júri concluiu que a Google tem de compensar Rowe não só por danos punitivos, mas também por danos morais. Rowe afirmou antes do início do julgamento que a sua passagem pela Google foi “ofuscada pelo que considero ser uma remuneração injusta e tratamento discriminatório devido ao meu género”. A executiva alega que, após ter sido preterida para uma promoção a vice-presidente, que foi dada a um homem que nem sequer se candidatou nem estava qualificado, e depois de ter iniciado a sua ação judicial, a empresa voltou a negar-lhe uma promoção semelhante.

A decisão do júri é uma vitória para Rowe e um reflexo da importância crescente dada ao combate à discriminação de género no local de trabalho. Além disso, esse veredito serve como mensagem clara de que a discriminação e a retaliação não serão toleradas.

Vai gostar de saber:  Google Pixel Watch 3: Novidades sobre UWB e Bluetooth LE Audio

Conclusão

A condenação da Google por discriminação sexual e a indemnização atribuída a Ulku Rowe são mais um exemplo do aumento da consciência e responsabilização necessárias para eliminar as disparidades de género no local de trabalho. É imperativo que as empresas adotem políticas de igualdade salarial e promoção, garantindo que todos os funcionários sejam tratados com justiça e respeito.

Para acompanhar todas as novidades sobre tecnologia, recomendamos que os leitores sigam o AndroidGeek. Este portal oferece informações completas sobre todas as últimas tendências e desenvolvimentos na indústria da tecnologia.

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!