Android Geek
O maior site de Android em Português

Google News Initiative é a arma contra as Fake News

Google lança projecto Google News Initiative (GNI) para ajudar o jornalismo a crescer na era digital.

O texto abaixo é uma declaração oficial da Google e por isso encontra-se escrito na primeira pessoa

O que é A GNI? 

A GNI significa um marco importante no compromisso de 15 anos da Google com a indústria de notícias, e vai reunir tudo o que a empresa faz em colaboração com a indústria - entre produtos, parcerias e programas - de forma a ajudar a construir um futuro mais forte. O projecto GNI assenta em três objetivos primordiais: Elevar e fortalecer o jornalismo de qualidade; Desenvolver modelos empresariais para impulsionar o crescimento sustentável; Fortalecer as organizações de notícias através da inovação tecnológica

Google News Initiative é a arma contra as Fake News 1

 

Google News Initiative: Construir um futuro mais forte para as noticias

As pessoas vêm ao Google em busca de informação confiável, e essa informação é, em geral, proveniente da cobertura de jornalistas e organizações de notícias em todo o mundo. E enquanto a procura pelo jornalismo de qualidade é cada vez mais elevada, o negócio do jornalismo está sob pressão já que as publicações em todo o mundo enfrentam desafios de uma indústria em transição para o digital.

E, isto é algo muito importante para a Google. Ao fim ao cabo, a nossa missão de construir um mundo mais informado está ligada, intrinsecamente, à cobertura realizada pelos jornalistas e pelas organizações de notícias. A nossa missão partilhada também reflecte interesses comerciais partilhados. Plataformas como a Pesquisa e o YouTube dependem de um ecossistema saudável de publishers que produzem grandes conteúdos digitais. É por isso que é tão importante para nós que os ajudemos a gerar receitas e negócios sustentáveis. No último ano, pagámos 12,6 mil milhões de dólares a parceiros e gerámos gratuitamente, 10 mil milhões de cliques por mês a websites de publishers. 

É também por isso que, ao longo dos anos, temos vindo a trabalhar em estreita colaboração com o sector de notícias para responder os principais desafios. Trabalhámos com a indústria para lançar o Projeto open source Accelerated Mobile Pages e criámos o YouTube Player for Publishers para simplificar a distribuição de vídeos e reduzir custos e lançámos as Amostras flexíveis para ajudar na descoberta de notícias no Google, criámos o Google News Lab para disponibilizar formação e parcerias editoriais às redacções e lançámos o fundo Digital News Initiative para impulsionar a inovação na indústria europeia de notícias.  

Investimos muito tempo e energia nestas parcerias. Mas a dura realidade é que tudo isto pode não ser suficiente. É cada vez mais difícil distinguir o que é verdadeiro e o que não está on-line. Os modelos de negócios para o jornalismo continuam a mudar drasticamente. A rápida evolução da tecnologia está a desafiar todas as instituições, incluindo a indústria de noticias - a manter o ritmo.

Precisamos de fazer mais. E, é por isso que estamos a lançar o projecto Google News Initiative (GNI), o nosso esforço para ajudar o jornalismo a crescer na era digital. A GNI significa um marco importante no compromisso de 15 anos da Google com a indústria de notícias, e vai reunir tudo o que fazemos em colaboração com a indústria - entre produtos, parcerias e programas - de forma a ajudar a construir um futuro mais forte.

O projecto GNI é desenvolvido em cima de todos estes esforços e aprofundar o nosso compromisso com a indústria de notícias que enfrenta mudanças dramáticas na forma como o jornalismo é criado, consumido e pago. O projecto GNI está focado em três objetivos:

  • Elevar e fortalecer o jornalismo de qualidade
  • Desenvolver modelos empresariais para impulsionar o crescimento sustentável
  • Fortalecer as organizações de notícias através da inovação tecnológica

 

Elevar e fortalecer o jornalismo de qualidade

 

Ao longo dos últimos anos, temos vindo a trabalhar com os publishers para promover conteúdo preciso e de qualidade e impedir o fluxo de informações erradas e a desinformação.

Nas nossas plataformas, estamos focados em combater a desinformação nas "noticias de ultima hora". Os maus actores recorrerm, geralmente, às "notícias de última hora" nas plataformas da Google, aumentando a probabilidade das pessoas estarem expostas a conteúdo impreciso. Assim, preparámos os nossos sistemas para reconhecer estas situações e para ajustar os nossos sinais para conteúdos mais confiáveis. Existem desafios semelhantes no YouTube, e estamos a adoptar uma abordagem similar, destacando o conteúdo relevante de fontes jornalísticas no separador "Top News".

 

Estamos, também, a trabalhar directamente com organizações de notícias para combater a desinformação. Lançámos o projecto Disinfo Lab juntamente com o First Draft para combater a má informação e a desinformação durante momentos chave - eleições e as "notícias de última hora". Finalmente, para ajudar os consumidores a distinguir o factos da ficção online, estamos a conjugar esforços com o Instituto Poynter, com a Universidade de Stanford e com a Local Media Association para lançar o MediaWise, um projecto dos EUA desenvolvido para melhorar a literacia na informação digital para jovens consumidores.

Formação de verificação de factos durante as eleições francesas de 2017 

Desenvolver modelos de negócio para impulsionar o crescimento sustentável 

Na última década, trabalhámos em estreita colaboração com organizações de notícias para aumentar as suas receitas de publicidade digital. Nos últimos anos, disponibilizámos o nosso conhecimento em machine learning para relatórios sobre oportunidades de receita (originando recomendações no valor de mais de 300 milhões de dólares em receita adicional) e apoiámos a criação de experiências de anúncios mais rápidas e melhores para a mobile através das AMP e dos anúncios nativos. 

 

Mas os consumidores estão dispostos a pagar pelo conteúdo de notícias digitais, criando uma oportunidade de expansão para além da receita proveniente dos anúncios. Hoje, apresentamos, um desenvolvimento na nova abordagem iniciada no ano passado e que permite aos publishers diversificarem os seus fluxos de receita. Estamos entusiasmados em poder anunciar o lançamento do Subscribe with Google, uma forma das pessoas se poderem registar facilmente nos vários meios de comunicação social, ajudando os publishers a envolverem-se com os leitores por via da Google e a na Internet. O nosso objectivo com o Subscribe with Google de modo a facilitar o processo de assinaturas para obter mais leitores para o jornalismo dos publishers e tão rápido quanto possível.

 

Em outubro, no Partner Leadership Summit, informámos os publishers sobre como estamos a experimentar várias formas de aumentar as assinaturas utilizando dados da Google, machine learning e a infra-estrutura DoubleClick. De momento, estamos na fase inicial de teste do sinal “Propensity to Subscribe” baseado nos modelos de machine learning do DoubleClick de modo a tornar mais fácil aos publishers reconhecerem potenciais assinantes e apresentar-lhes a oferta adequada no momento certo.

É claro que nem todas as publicações possuem recursos para dedicar uma equipa à recolha, análise e compreensão dos dados dos seus utilizadores. O nosso novo dashboard News Consumer Insights, incorporado no Google Analytics, vai ajudar as organizações de notícias de todos os tamanhos na compreensão e segmentação das suas audiências e tendo em mente uma estratégia de assinaturas. No St. Louis Post-Dispatch, este projeto levou a um aumento de 150% de pageviews das suas páginas de assinaturas e as triplicação mensal das novas assinaturas digitais. 

 

Capacitar as organizações de notícias através da inovação tecnológica 

 

Trabalhamos com organizações de notícias em todo o mundo para desenvolver e implementar tecnologia que melhore a eficiência das redacções para criar experiências narrativas enriquecedoras e para proteger jornalistas de ataques cibernéticos em todo o mundo.

 

Por exemplo, estamos a utilizar a nossa API de processamento de linguagem natural para ajudar os jornais Hearst a filtrar, classificar e a categorizar, diariamente, mais de 3.000 artigos. Também trabalhámos com o South China Morning Post para utilizar o Google Earth Studio de forma a criar experiências imersivas em VR que mostram a evolução de Hong Kong ao longo da história. Com as AMP Stories, ainda em versão beta, os publishers podem combinar a velocidade das AMP com a narrativa rica e imersiva da Internet aberta. Isto é apenas o começo. Queremos continuar a trabalhar próximo com os publishers para experimentarem novas formas de atingir as suas audiência e produzir narrativas impactantes.

 

Também estamos a lançar hoje o Outline, da Jigsaw uma ferramenta de código aberto que permite às organizações de notícias fornecerem aos jornalistas um acesso mais seguro à Internet. A ferramenta Outline permite às organizações de notícias instalarem a sua própria VPN num servidor privado - não sendo necessário conhecimento tecnológico

 

O compromisso

 

Nos próximos três anos, comprometemo-nos com 300 milhões de dólares para atingir estes objectivos. Também estamos a aprofundar o nosso compromisso em desenvolver produtos que respondam às necessidades mais urgentes da indústria de notícias. Já o fizemos no passado, ao trabalhar em estreita colaboração com a indústria em grupos de trabalho, de onde sairam projetos como as AMP e o DNI. Vamos expandir este modelo a nível global.

 

Os compromissos que assumimos através do Google News Initiative demonstram que as notícias e o jornalismo de qualidade é uma grande prioridade para a Google. Sabemos que o sucesso só pode ser alcançado ao trabalharmos em conjunto e estamos ansiosos por colaborar com a indústria de notícias para construir um futuro mais forte para o jornalismo.

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link