Facebook, conta de Trump está suspensa por 2 anos: sem tratamento especial

The Facebook "like" sign is seen at Facebook's corporate headquarters campus in Menlo Park, California, on October 23, 2019. (Photo by Josh Edelson / AFP) (Photo by JOSH EDELSON/AFP via Getty Images)

O prazo estabelecido é 7 de janeiro de 2023, data em que a empresa terá de avaliar “se o risco para a segurança pública diminuiu”.

O Facebook alterou a anterior proibição indefinida do ex-presidente Donald Trump,e definiu a suspensão para dois anos. O prazo estabelecido é 7 de janeiro de 2023, data em que a empresa terá de avaliar "se o risco para a segurança pública diminuiu". O anúncio foi feito na sexta-feira passada por Nick Clegg, vice-presidente de assuntos globais do Facebook.

Facebook, conta de Trump está suspensa por 2 anos: sem tratamento especial 1

Após a reintegração na plataforma social, caso Trump viole novamente as regras do serviço, a empresa irá implementar um "série rigorosa de penalidades que progridem rapidamente" que podem levar a um banimento permanente. as regras, na realidade, não são regras ad-personam: as novas alterações ao regulamento são, para sermos honestos, aplicadas de forma mais ampla e refletem a maneira como o Facebook pretende tratar as notícias que violam as regras internas do serviço e o debate político .

Trump suspenso por dois anos, Facebook muda o tratamento aos políticos

A rede social manterá a publicação no feed de algum conteúdo "digno de nota ou importante para o interesse público", mesmo que em violação das regras internas, identificando-o explicitamente. O Facebook também indicou que no futuro, os políticos estarão sujeitos às mesmas regras de conteúdo que outros utilizadores, uma mudança marcante em relação à estratégia anterior, que tendia a proteger os funcionários eleitos das regras normalmente seguidas por todos os utilizadores da plataforma.

Facebook, conta de Trump está suspensa por 2 anos: sem tratamento especial 2
The Facebook "like" sign is seen at Facebook's corporate headquarters campus in Menlo Park, California, on October 23, 2019. (Photo by Josh Edelson / AFP) (Photo by JOSH EDELSON/AFP via Getty Images)

Numa publicação no blog oficial da Clegg o Facebook comunicou:

"Quando avaliamos o conteúdo de interesse jornalístico, não tratamos o conteúdo publicado por políticos de maneira diferente do conteúdo publicado por qualquer outra pessoa. Em vez disso, aplicamos o nosso teste de valor jornalístico transversalmente a todo o conteúdo, se o valor de interesse público do conteúdo superar o potencial risco manteremos a publicação ".

Os funcionários da plataforma argumentaram anteriormente que o debate político é de interesse público, independentemente do conteúdo, de modo que uma empresa privada como o Facebook não teria o direito de intervir, exceto em circunstâncias excecionais. O Facebook pode enfrentar retaliação de vários governos ao redor do mundo, que já acusaram a plataforma de manipular a opinião pública censurando o debate político.

Relacionado:  Estes são os primeiros 9 dispositivos Xiaomi que irão actualizar para MIUI 12.5 Enhanced Global

Trump no passado definiu a sua exclusão das redes sociais como "um insulto" aos seus constituintes que o apoiaram num processo eleitoral que chamou de "fraude", e acusa a estratégia do Facebook de "de censura e silêncio".

Em resposta ao pedido do Oversight Board, um grupo de especialistas em direitos humanos, o Facebook revelou alguns detalhes sobre o sistema de denúncias confidenciais que podem levar ao bloqueio permanente de uma conta por conteúdos que violem as regras internas, mas que não garantem uma suspensão automática.

Ao receber um grande número de denúncias, especifica o Facebook, uma conta pode ser suspensa indefinidamente, mas a empresa ue nunca revelou o funcionamento do sistema para garantir que os utilizadores não o explorem de forma maliciosa. Os detalhes sobre os chamados "avisos" ainda são vagos, a empresa forneceu algumas informações úteis, como que cada utilizador pode receber um aviso por aprovar conteúdo ilegítimo numa página que gere e que cada aviso tem uma duração. Um ano após o qual a notificação expira definitivamente.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!