Coreia do Sul quer ser líder do 5G, e gerar US $ 73 mil milhões em exportações

600.000 empregos e US $ 73 biliões milhões em exportações até 2026. É este o objetivo.

Segundo a imprensa "Korea Times", na segunda-feira, o governo sul-coreano salientiu que está a fazer o possível para tornar-se o líder da rede 5G. Já estabeleceram uma meta ambiciosa - na indústria, para criar 600.000 empregos e US $ 73 biliões milhões em exportações até 2026.

Coreia do Sul quer ser líder do 5G, e gerar US $ 73 mil milhões em exportações 1

Para atingir este objetivo, o governo coreano afirmou que cultivará vigorosamente um ecossistema industrial e de serviços baseado em redes de 5G. O projeto, chamado de "5G + Strategic Business", englobará 10 indústrias e 5 serviços principais.

Dez desses setores incluem smartphones de última geração, equipamentos de rede, segurança da informação, realidade virtual (VR) e dispositivos de realidade aumentada (AR), drones, robôs, CCTV e wearables inteligentes e  ainda cinco serviços essenciais, onde se incluem conteúdo imersivo, fábricas inteligentes, direção autónoma, cidade inteligente e assistência médica digital.

Por exemplo, em serviços médicos digitais, o governo coreano desenvolverá um sistema médico de emergência baseado em 5G até 2021 e planeia aplicá-lo a 20% dos centros médicos de emergência em todo o país até 2025.

O governo salienta que os 600 mil novos empregos virão do processo de desenvolver esses serviços industriais e indústrias baseadas em redes 5G. O governo coreano espera que o mercado global de negócios relacionados ao 5G chegue a 1.161 triliões de won (US $ 0,001 trilhão) até 2026.

Relacionado:  Comunicações por satélite do IPhone 13 têm limitações: Data oficial de lançamento

O presidente sul-coreano, Wen, salienta que o 5G trará novas oportunidades para a indústria e a economia da Coreia do Sul. Ele acrescentou que, por meio da cooperação "público-privada", a Coreia do Sul fornecerá uma cobertura abrangente de 5G em todo o país até 2022.

A propósito, anteriormente, foi relatado que o governo sul-coreano iria adiar a comercialização do primeiro serviço de rede móvel do mundo de quinta geração (5G), e a data de lançamento do projeto deveria vir numa data posterior. Antes disso, o Ministério da Ciência, Tecnologia da Informação e Comunicação da Coreia planeava originalmente lançar os serviços de telecomunicações de altíssima velocidade no final de março.

Fonte

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!