Android Geek
O maior site de Android em Português

CEO Samsung demite-se após 32 anos alegando crise sem precedentes

O CEO da Samsung Electronics, Kwon Oh-hyun, oficializou que se vai demitir em março de 2018, um substituto para a posição ainda não foi anunciado.

O CEO da Samsung Electronics, Kwon Oh-hyun

A Samsung é uma das empresas de electrónica mais reconhecidas do mundo, e no espaço Android, as séries Galaxy S e Note são duas das mais populares em todo o mercado. As vendas da Samsung para 2017 foram consistentemente fortes, mas apesar disso, grandes mudanças estão a acontecer sob a superfície. Mais recentemente, o CEO da Samsung, Kwon Oh-hyun, anunciou que renuncia à sua posição na empresa.

Lee Jae-yong foi um herdeiro da Samsung, e foi condenado a uma pena de prisão de cinco anos

Para além de CEO da Samsung Electronics, Kwon Oh-hyun também atua como CEO e membro do Executivo da Samsung Display. Ele deverá demitir-se de todas as suas funções em março de 2018, e parte da sua carta de demissão é o seguinte:

"Não foi uma decisão fácil, mas sinto que não posso deixar de o fazer. À medida que enfrentamos uma crise sem precedentes por dentro, acredito que chegou a hora de a empresa começar, com um novo espírito e liderança jovem para responder melhor aos desafios decorrentes da rápida mudança do setor de TI "

Reparem na menção de Oh-Hyun sobre a "crise sem precedentes". Embora ele não divulgue exatamente o que esta crise é na sua carta de demissão, é seguro dizer que isto é em referência à sentença de prisão de Lee Jae-yong no início deste ano. Lee Jae-yong foi um herdeiro da Samsung, e foi condenado a uma pena de prisão de cinco anos no passado mês de agosto pelo total de subornos de US $ 6,4 milhões.

Não ficou claro, no momento, como isso impactaria a Samsung no futuro, mas a renúncia de Kwon Oh-hyun parece ser o primeiro sinal do efeito desta situação.

O resto da carta de Oh-hyun continua:

"Não há palavras para descrever o quão orgulhoso estou por ver que construímos uma das empresas mais valiosas do mundo. Percorremos um longo caminho para criar uma empresa que realmente muda a forma como as pessoas vivem, trabalham e se comunicam entre si. Mas agora a empresa precisa de um novo líder mais do que nunca e é hora de eu mudar para o próximo capítulo da minha vida. "

Kwon Oh-hyun começou a trabalhar na Samsung em 1985 e 27 anos depois, foi nomeado CEO em 2012. A Samsung ainda não anunciou quem irá substituir Oh-hyun, e será interessante ver como a sua partida poderá ter impacto na empresa. A Samsung conseguiu recuperar de forma surpreendente  após o problema do Galaxy Note 7, e Oh-hyun, sem dúvida, desempenhou um papel importante nessa história.