Android Geek
O maior site de Android em Português

CEO da Samsung admite que o Galaxy Fold não estava pronto

A Samsung recolheu rapidamente todas as unidades de análise e confirmou que o lançamento de 26 de abril tinha sido cancelado, e que trabalhou para resolver os problemas. Embora uma nova data de lançamento ainda não tenha sido anunciada, o CEO da Samsung, DJ Koh, admitiu que o smartphone dobrável foi enviado “antes de estar pronto”.

Quando a Samsung finalmente enviou unidades de análise do Galaxy Fold para membros da imprensa em abril, parecia que o futuro estava quase a chegar. O primeiro smartphone dobrável do mundo estava nas mãos de muitas pessoas do mundo da tecnologia e parecia que a Samsung havia conseguido um cartada importante. No entanto apenas dois dias depois, começaram a surgir informações sobre os problemas do equipamento. Houve problemas com a película protectora no topo do ecrã dobrável e com a entrada de substâncias estranhas através da dobradiça. A Samsung recolheu rapidamente todas as unidades de análise e confirmou que o lançamento de 26 de abril tinha sido cancelado, e que trabalhou para resolver os problemas. Embora uma nova data de lançamento ainda não tenha sido anunciada, o CEO da Samsung, DJ Koh, admitiu que o smartphone dobrável foi enviado “antes de estar pronto”.

Numa recente conversa com membros da imprensa tradicional, Koh afirma que “Foi embaraçoso. Eu precipitei-me ao colocá-lo para análise de imprensa, antes de estar pronto. ”A Samsung provavelmente queria vencer a Huawei no mercado, porque a rival chinesa já havia mostrado o seu Mate X. No entanto, nem tudo está perdido, como Koh diz, "Eu admito que perdi alguma coisa no telefone dobrável, mas estamos em processo de recuperação." Ele acrescentou que mais de 2.000 unidades do Galaxy Fold estão a ser testadas correctamente agora em todos os aspectos. “Definimos todos os problemas. Há alguns problemas nos quais nem pensámos, mas graças aos nossos utilizadores de testes, o maior teste de massas está neste momento em curso ”, explicou Koh.

CEO da Samsung admite que o Galaxy Fold não estava pronto 1

A impaciência de Koh não é apenas a culpada pelo desastre do Galaxy Fold. A chefe de estratégia de marketing global da Samsung, Stephanie Choi, destacou que a filosofia da marca da empresa é "Do what you can’t" e "We make what can’t be made, and do what can’t be done", disse Choi. E que situações como o atraso do Galaxy Fold por vezes fazem parte do processo da tentativa de alcançar esse objectivo. Pediram a Koh que fornecesse um prazo concreto para quando a Samsung iria lançar o Galaxy Fold. Ele recusou-se a ser mais específico, porém, e diz apenas que a Samsung identificou todos os problemas com o dispositivo, e que trabalhou para os resolver.

Quando pressionado pelos presentes, Koh apenas afirma que o Galaxy Fold será lançado “no devido tempo”, implorando a todos para lhes darem um pouco mais de tempo. Evidentemente, os rumores sobre o Galaxy Fold a ser cancelado têm pouca verdade. Sabemos que a Samsung está a testar um novo firmware para o Galaxy Fold num ritmo incrível. Com a Huawei a atrasar o lançamento do Mate X  para setembro, a Samsung ainda tem um pouco de tempo para respirar antes de enviar o Galaxy Fold para reivindicar o primeiro título de smartphone dobrável do mundo novamente.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais