Ceo da Honor afirma que o objetivo é ultrapassar a Huawei

‎‎ A Honor já lançou o seu primeiro smartphone,‎ ‎desde a sua separação da Huawei em novembro de 2020, o ‎‎Honor V40.

‎Este ano vai ser decisivo para ‎‎a Honor,‎‎ uma vez que este será o seu primeiro após a independência da ‎‎Huawei.‎‎ A fabricante já lançou o seu primeiro smartphone,‎ ‎desde a sua separação em novembro de 2020, o ‎‎Honor V40. No entanto, várias pessoas aguardam ansiosamente pela sua estreia global. Isto porque se espera que seja lançado com suporte para os Google Mobile Services.‎

Logotipo de honra

‎A Europa é um dos principais mercados mundiais da Honor, mas ‎‎um relatório do 3º trimestre de 2020‎‎ mostra que nem sequer está entre os cinco primeiros. Se planeiam chegar lá, vão ter de o fazer com novos produtos que serão desenvolvidos sem a participação da ex-casa mãe. Isto significa que não há produtos renomeados e similares. Será a marca capaz de obter sucesso? O presidente da Honor acredita que sim.‎

Ceo da Honor afirma que o objetivo é ultrapassar a Huawei 1

‎Numa entrevista recente, Zhao Ming, que lidera a Honor, disse que agora que já não estão vinculados às restrições da Huawei, o seu principal objetivo para o ano é lançar equipamentos flagship que possam competir com a Apple e a Huawei. Acrescenta ainda de que estão confiantes que podem ultrapassar os seus concorrentes, incluindo a sua antiga casa-mãe, a Huawei.‎

Relacionado:  Evento global da Huawei para 21 de outubro, pode ser a chegada do Huawei P50 ao mercado Europeu

‎Uma fuga de informação de há cerca de uma semana ‎‎revelou que o fabricante tem planos para lançar três smartphone flagship para o mercado global este ano. São eles o Honor View40, Honor 40, e um novo smartphone Honor Magic.‎

Ceo da Honor afirma que o objetivo é ultrapassar a Huawei 2

‎Embora o foco pareça estar nos smartphones flagship, temos a certeza que a Honor não deixará as categorias de gama média e de gama baixa sem equipamentos. Esperamos que o ‎‎Honor 10X Lite‎‎, ‎‎Honor 9A‎ ‎e ‎‎Honor Play 4‎‎ obtenham sucessores dignos este ano. Aguardamos também novos modelos para a sua linha de tablets.‎

‎Zhao Ming diz que também estão a planear a sua expansão para novos mercados, no entanto, diz estar ciente dos desafios que se avizinham. Embora ter acesso a chipsets e obter o Google Mobile Services são importantes, o lançamento de produtos verdadeiramente competitivos também é muito importante. Revelou na entrevista que também planeia reforçar o seu departamento de investigação e desenvolvimento.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!