Bateria de iPad defeituosa queimou uma casa inteira nos Estados Unidos

‎Em março deste ano, foi aberto um processo contra a ‎‎Apple‎‎ no Tribunal Distrital de Filadélfia, Pensilvânia, que foi para o tribunal do distrito federal esta semana. O queixoso Michael Macaluso afirma que a sua casa foi incendiada devido aos sistemas elétricos e de baterias de um iPad.‎

‎Em março deste ano, foi aberto um processo contra a ‎‎Apple‎‎ no Tribunal Distrital de Filadélfia, Pensilvânia, que foi para o tribunal do distrito federal esta semana. O queixoso Michael Macaluso afirma que a sua casa foi incendiada devido aos sistemas elétricos e de baterias de um iPad.‎

Bateria de iPad defeituosa queimou uma casa inteira nos Estados Unidos 1

A Allstate Insurance pagou mais de $142.000 para renovar a casa danificada pelo fogo de Michael Macaluso. Agora o mesmo contratou uma firma de advocacia para pedir uma indemnização à Apple.‎ ‎O processo alega que Michael Macaluso não modificou, utilizou indevidamente ou fez quaisquer alterações no seu ‎‎iPad‎‎ para além do uso esperado normal de um equipamento do género.‎

‎Um processo semelhante foi movido contra a Apple em 2019 em nome de Julia Ireland Meo, uma residente de Nova Jérsia; cujo pai morreu num incêndio num apartamento alegadamente causado por uma bateria de um iPad defeituosa.‎ O proprietário do complexo residencial em que ocorreu o incêndio, através da sua seguradora, iniciou posteriormente uma segunda ação judicial contra a Apple, exigindo o reembolso dos pagamentos. As reclamações ainda estão pendentes.‎

Bateria de iPad defeituosa queimou uma casa inteira nos Estados Unidos 2

‎Vale a pena mencionar que este tipo de acidentes não são exclusivos para dos iPads, pois ‎‎já tínhamos visto vários casos relacionados com a bateria do iPhone também.‎

‎Vale a pena referir que recentemente, uma rapariga de 17 anos chamada Amy Hall, de Birmingham, Inglaterra, afirmou que o carregador do iPhone pegou fogo e incendiou um cobertor.‎ O incidente aconteceu na noite de 18 de março, quando Amy Hall foi para a cama. Ela ligou o iPhone a um carregador e deixou-o na cama ao lado dela. Passado algum tempo, a menina de repente notou uma chama no cobertor e recebeu uma queimadura na bochecha. A Amy ligou à mãe, com quem apagou o fogo sem necessidade de chamar os bombeiros.‎

Bateria de iPad defeituosa queimou uma casa inteira nos Estados Unidos 3
‎Amy Hall partilhou fotos da roupa da cama e do cabo de carregamento derretido no Facebook; o que demonstra mais uma vez o hábito de deixar o smartphone ao lado da cama durante a noite. Smartphones e carregadores modernos têm tecnologias para proteger contra picos de energia, sobre-aquecimento, e assim por diante. No entanto, nem todos os fabricantes produzem os mesmos produtos de qualidade.‎
O Birmingham Mail ‎‎sugeriu‎‎ na altura que a menina estaria a usar um cabo de carregamento da marca Apple e uma marca diferente do carregador, mas Amy Hall afirma o contrário: "Não era um carregador barato – este era um adaptador da marca Apple. Por favor, não deixem os telefones a carregar durante a noite".‎
‎A Apple está a investigar as causas do incêndio. A empresa recomenda que não carreguem os vossos iPhones em áreas húmidas ou mal ventiladas. Isto pode causar um sobre-aquecimento do carregador. A empresa também aconselhou a verificarem regularmente se os acessórios estão danificados.‎
Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Relacionado:  O primeiro smartphone robusto com ecrã de 90Hz -iiiF150 R2022
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!