Batalha Google vs Sonos só tem uma vítima: Os consumidores

Tem sido uma longa e árdua viagem para ambas as empresas, mas agora parece que o Google está pronto para fazer um all-in na sua batalha legal com a Sonos. O gigante de Mountain View da busca intentou mais duas acções judiciais contra a empresa oradora, alegando que infringiu várias das suas patentes.

Se estiver profundamente acostumado com o ecossistema de hardware do Google, está sem dúvida ciente das batalhas legais em curso entre a gigante das pesquisa e a Sonos. A empresa por detrás de alguns das melhores colunas inteligentes que entrou com uma acção judicial contra o Google em 2020, e desde então, os dois têm estado envolvidos numa luta em tribunal após uma luta em tribunal.

Batalha Google vs Sonos só tem uma vítima: Os consumidores 1

Tem sido uma longa e árdua viagem para ambas as empresas, mas agora parece que o Google está pronto para fazer um all-in na sua batalha legal com a Sonos. O gigante de Mountain View da busca intentou mais duas acções judiciais contra a empresa oradora, alegando que infringiu várias das suas patentes.

Isto pode ser uma má notícia para Sonos, uma vez que a Google já ganhou vários processos judiciais no passado. No entanto, a empresa está a ripostar, e será interessante ver como se desenrola este último desenvolvimento.

Como foi relatado pela primeira vez por The Verge, esta nova ronda de batalhas legais diz respeito a sete patentes totais, divididas entre os dois pedidos. O primeiro processo judicial é todo sobre detecção de palavras quentes e cobrança. O Google alega que a Sonos utilizou a sua tecnologia ao implementar o controlo de voz de baixa potência nos seus altifalantes, ao mesmo tempo que confiava em métodos patenteados de carregamento sem fios. O segundo processo envolve quatro patentes adicionais, todas elas girando em torno de um grupo de alto-falantes conectados que trabalham em conjunto dentro de uma área específica enquanto usam comandos de voz. A Google alega que os altifalantes Sonos utilizam a sua tecnologia ao determinar qual o altifalante que responde ao utilizador.

Ambos os processos foram instaurados no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito do Norte da Califórnia, onde as lutas legais em curso entre ambas as empresas se têm desenrolado durante todo o ano. A Google também planeia apresentar esta semana um processo à Comissão de Comércio Internacional dos EUA, onde planeia prosseguir com a proibição de importação de qualquer dispositivo Sonos que infrinja a lei. De acordo com a Bloomberg, esses produtos incluem os Sonos One, One SL, Move, Roam, Roam SL, Five, Beam, Ray, e Arc.

Como já aqui falámos anteriormente, as únicas vítimas reais nesta batalha em curso são os consumidores. Enquanto a Sonos e a Google continuam a apostar numa batalha legal para a frente e para trás – em vez de uma ou ambas as empresas licenciarem estas patentes uma da outra – os utilizadores da Google, em particular, têm enfrentado uma grande variedade de características em falta nos seus equipamentos

Após a Sonos ter ganho uma das suas batalhas legais em Janeiro, o Google desabilitou imediatamente o controlo de volume de grupo para altifalantes, ao mesmo tempo que exigia que alguns utilizadores descarregassem um aplicativo adicional para actualizar os dispositivos Nest.

Nos últimos meses, a lista de dispositivos e aplicações afectados tem crescido exponencialmente. Mais notavelmente, os telefones Pixel nos EUA perderam a capacidade de configurar Chromecasts mais antigos, impedindo qualquer pessoa com um dispositivo de TV não-Google de o poder mover para uma nova rede Wi-Fi. Embora a Google pudesse resolver eficazmente estas questões para os utilizadores simplesmente através do licenciamento de tecnologia da Sonos, a empresa continuou a avançar com processos de contra-ordenação, incluindo os que foram arquivados hoje.

Um porta-voz da Google disse ao The Verge que os processos judiciais de hoje são sobre a empresa que defende a sua tecnologia, especificamente quando a Sonos “iniciou uma campanha agressiva e enganosa contra os nossos produtos, à custa dos nossos clientes comuns” Se a Google ganhar alguma das suas queixas legais – quer as apresentadas hoje, quer as acções judiciais previstas para o final desta semana – é difícil ver como é que alguém, excepto os utilizadores Sonos, beneficiaria realmente.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!