Apple quer transformar o seu iPad num ecrã inteligente

Mas de acordo com o repórter bem relacionado da Bloomberg, Mark Gurman, na sua última newsletter Power On, a Apple planeia acelerar na corrida para dominar a casa inteligente. Alegadamente, está a trabalhar numa doca de colunas para iPad que transformaria o tablet mais popular do mundo num ecrã inteligente.

Comparados com os da Amazon e do Google Nest, os primeiros passos da Apple para abraçar conceito de casa inteligente têm sido relativamente pequenos. Em termos de hardware dedicado, existe apenas o HomePod mini e o HomePod original – o último dos quais já foi descontinuado.

Apple quer transformar o seu iPad num ecrã inteligente 1

Mas de acordo com o repórter bem relacionado da Bloomberg, Mark Gurman, na sua última newsletter Power On, a Apple planeia acelerar na corrida para dominar a casa inteligente. Alegadamente, está a trabalhar numa doca de colunas para iPad que transformaria o tablet mais popular do mundo num ecrã inteligente. A mudança marcaria um dos desenvolvimentos mais significativos da Apple em dispositivos inteligentes, expandindo-se na sua ainda pequena base em set-top boxes e altifalantes. Já oferece a Apple TV e o HomePod, mas nada que rivalize com o Echo Show da Amazon.com Inc. ou com os últimos esforços do Google.

Uma ideia que já conhecemos

Falando desses dois rivais, os entusiastas da tecnologia doméstica inteligente saberão que esta ideia não é propriamente nova. A Amazon experimentou uma doca de carregamento Show Mode para os seus tablets Fire que os transforma em Echo Shows portáteis, e a Google revelou que está a fazer algo semelhante com o seu próximo Pixel Tablet (uma característica que foi recebida com muito entusiasmo pela audiência no seu evento de lançamento recente).

Mas a Apple tem uma vantagem significativa sobre ambos: o iPad é de longe o tablet mais popular, com uma quota de mercado que se situa em torno da marca dos 55%.

É uma base muito maior com que trabalhar e algo que poderia potencialmente tornar os esforços muito mais rentáveis – assumindo que a Apple não limita a compatibilidade com os modelos mais recentes. Fazê-lo seria um erro por duas razões: não só iria impedir a maioria dos proprietários de iPad de usar a nova função, como ia confirmar aos fâs da marca que a Apple na verdade só se preocupa em vender os mais recentes dispositivos.

Este não é o único dispositivo doméstico inteligente em que a Apple está a trabalhar, de acordo com Gurman. Na newsletter, ele reitera a sua convicção de que o HomePod 2 está a caminho, assim como repete a sua expectativa de que a empresa irá lançar uma TV Apple combinada com um dispositivo de altifalante inteligente com uma câmara para o FaceTime.

“Até que estes estejam prontos, porém, o iPad de 12 anos poderá ser a melhor aposta da empresa para ter algum destaque no espaço smart-home”, conclui.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!