Apple preparada para alternativa ao Face ID

É exactamente nisso que a Apple está a trabalhar, pois registaram com sucesso patente para um sistema de identificação facial sob ecrã que poderia revolucionar a forma como utilizamos os nossos smartphones. Esta nova tecnologia permitiria à Apple criar dispositivos de ecrã completo sem sacrificar a segurança e conveniência que a identificação facial proporciona.

A famosa funcionalidade de identificação facial da Apple tem sido uma pedra angular dos iPhones da empresa durante anos, proporcionando aos utilizadores uma das formas mais seguras de autenticação biométrica alguma vez vista. Mas e se esta incrível tecnologia pudesse ser ainda melhor? É exactamente nisso que a Apple está a trabalhar, pois registaram com sucesso patente para um sistema de identificação facial sob ecrã que poderia revolucionar a forma como utilizamos os nossos smartphones.

Esta nova tecnologia permitiria à Apple criar dispositivos de ecrã completo sem sacrificar a segurança e conveniência que a identificação facial proporciona. Com uma câmara frontal incorporada por baixo do ecrã, os utilizadores não teriam de se preocupar em lidar com entalhes desagradáveis para desbloquear o seu iPhone. Além disso, este novo sistema permitiria uma experiência de reconhecimento facial mais perfeita do que antes; já não haveria qualquer possibilidade de leitura errada ou de falhar o seu rosto devido a reflexos de luz ou outras distracções.

Apple preparada para alternativa ao Face ID 1

Os detalhes da patente sugerem que este sistema de identificação facial sob ecrã não detectará apenas a sua cara, mas também os seus olhos e boca para mais medidas de segurança. Isto significa que será ainda mais difícil para alguém aceder ao seu dispositivo sem a sua permissão, e pode ficar descansado sabendo que os seus dados estão seguros longe de olhos curiosos. Além de tudo isto, a Apple afirma que o seu sistema funcionará em praticamente todas as condições de iluminação, o que significa que não terá de se preocupar se tentar desbloqueá-lo à noite ou em ambientes escuros.

Em suma, a nova tecnologia de identificação facial por baixo do ecrã da Apple parece tornar a utilização de um iPhone muito mais conveniente e segura do que nunca. Se tudo correr como planeado, muito em breve poderemos ver dispositivos de ecrã completo sem nenhum dos sacrifícios normalmente associados a eles – coisas verdadeiramente revolucionárias!

O ID Facial da Apple é um dos sistemas de detecção facial mais precisos do mundo. Mas tem causado muitas dores de cabeça à marca, uma vez que a firma Cupertino teve de usar desenhos de iPhone que não gostaria de ter feito. Esta afirmação é válida tanto para o desenho do entalhe com ‘bang’ como para o desenho em forma de pila. Assim, para utilizar esta funcionalidade, a Apple deve sacrificar o aspecto de ecrã inteiro dos seus telefones. Se pudesse inventar uma tecnologia de identificação facial sob o ecrã, seria óptimo.

Apple planeia utilizar a identificação facial sob o ecrã em futuros iPhones

De acordo com a última lista divulgada pelo United States Trademark and Patent Office (USPTO), a Apple obteve uma patente técnica para uma identificação facial no ecrã inferior. Isto significa que os futuros modelos de iPhone podem incorporar a câmara frontal no ecrã.

Apple preparada para alternativa ao Face ID 2

A patente da Apple afirma que vários sensores podem ser embutidos por baixo do ecrã. Tais sensores incluem aqueles para Touch ID, gestos 3D sem contacto (“gestos aéreos”), sensores de pressão, detecção de posição e orientação, detecção de movimento, sensores de saúde, e muito mais.

Entre os sensores abaixo do ecrã, podem também existir vários tipos de sensores ópticos, tais como sensores auto-misturáveis e sensores de Detecção e Ranging de Luz (LIDAR), sensores de humidade, sensores de humidade, sensores de rastreio do olhar, e outros tipos de sensores. Como podemos ver, a localização da Ilha Dinâmica é também modificada na patente. Utiliza uma série de pequenas janelas transparentes, onde o seu tamanho e posição aparente podem ser ajustados em torno do visor para activar ou desactivar determinados pixels.

Apple preparada para alternativa ao Face ID 3

A Apple afirma que os ecrãs comuns utilizados nos seus dispositivos têm 13 camadas, o que reduz a transmissão de luz através destas áreas em até 80%. Isto implica que a Apple terá de diminuir no futuro o número de camadas contendo áreas de sensores.

Há alguns telefones Android que utilizam uma câmara fotográfica por baixo do ecrã. Por conseguinte, poder-se-á perguntar porque é que a Apple ainda não utiliza uma tecnologia como esta. Contudo, uma coisa é esconder um sensor de câmara debaixo do ecrã e outra coisa é implementar toneladas de sensores.

Conclusão

Em conclusão, a ambição da Apple de melhorar a experiência do utilizador foi concretizada com a patente recentemente obtida. A identificação facial no ecrã inferior trará um desenho melhorado que não compromete o aspecto do ecrã inteiro. Combinada com medidas de segurança avançadas, esta tecnologia permitirá um nível de conveniência totalmente novo para os utilizadores. Podemos esperar que esta tecnologia seja incorporada em iPhones futuros, e estamos definitivamente entusiasmados por vê-la em acção quando chegar a altura. Nós aqui no AndroidGeek estamos empenhados em fornecer todas as últimas notícias, críticas e fugas de informação sobre a tecnologia, para que os nossos leitores estejam sempre actualizados sobre o que está a acontecer com as suas marcas tecnológicas favoritas. Para aqueles que querem manter-se à frente do jogo, não deixem de consultar o nosso website e de nos seguir nas redes sociais!

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!