Apple perde Round 1 na tentativa de banir o Unreal Engine da Epic Games

A decisão chega depois da Apple ser processada pela Epic Games por práticas anticompetitivas na sua App Store. A decisão do juiz salvaguarda o software de computação gráfica / motor de jogo oferecido através de uma empresa afiliada.

No início desta semana, um juiz federal impediu a Apple banir o Unreal Engine da Epic Games, que é uma ferramenta que conta com centenas de outros fabricantes de aplicações e programadores de jogos, de acordo com informação do Gadgets360.

Apple perde Round 1 na tentativa de banir o Unreal Engine da Epic Games 1

A decisão chega depois da Apple ser processada pela Epic Games por práticas anticompetitivas na sua App Store. A decisão do juiz salvaguarda o software de computação gráfica / motor de jogo oferecido através de uma empresa afiliada.

O Unreal Engine é usado para alimentar centenas de jogos e outras aplicações que podem ser encontradas em aplicações usadas ​​no iPhone. Além disso, já tínhamos relatado anteriormente que a Apple planeava revogar o suporte ao Unreal Engine no iOS, parece que esse ataque falhou.

Apple perde Round 1 na tentativa de banir o Unreal Engine da Epic Games 2

De acordo com a juíza Yvonne Gonzalez Rogers, “a Epic Games e a Apple têm a liberdade de litigar uma contra a outra, mas  a sua disputa não deve causar danos aos utilizadores”. Em outras palavras, a disputa entre as duas empresas não deve envolver outras partes no fogo cruzado. A batalha legal entre a Apple e a Epic Games começou depois de esta última processar a primeira e o Google por práticas anticompetitivas nas suas respectivas plataformas, das quais o Fortnite foi banido. 

Relacionado:  O próximo anúncio de produto do Google será já a 5 de outubro, aparentemente

maçã

Para quem não sabe, tanto o Google quanto a Apple proibem qualquer microtransação e compra feita através de jogos nas suas lojas de aplicações. Uma atualização recente do Fornite contornou este sistema, e violou os termos de serviço em ambas as plataformas. O juiz também afirmou que “a situação actual (com Fortnite) parece culpa da Epic” e recusou-se a forçar uma reintegração de momento. No entanto, Rogers permite que o Unreal Engine continue alimentar as aplicações do iPhone.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!