Anonymous atacam veículos elétricos na Russia. “Fora de Serviço”. Glória à Ucrânia. Glória aos Heróis…”

As autoridades russas estão a investigar relatos de que grupos de hackers ganharam acesso à rede nacional russa de carregamento de veículos eléctricos. Diz-se que os hackers são capazes de controlar os carregadores, o que pode potencialmente causar confusão nas estradas russas. Esta última notícia chega apenas alguns dias depois de ter sido revelado que os serviços de inteligência russos têm vindo a piratear as redes Ucranianas reiteradamente.

As autoridades russas estão a investigar relatos de que grupos de hackers ganharam acesso à rede nacional russa de carregamento de veículos eléctricos. Diz-se que os hackers são capazes de controlar os carregadores, o que pode potencialmente causar confusão nas estradas russas. Esta última notícia chega apenas alguns dias depois de ter sido revelado que os serviços de inteligência russos têm vindo a piratear as redes Ucranianas reiteradamente. As autoridades estão a instar os proprietários de veículos elétricos a estarem vigilantes e a reportarem qualquer atividade suspeita.

Anonymous

A guerra entre a Rússia e a Ucrânia já dura há quase uma semana. Esta crise tem sido o tema mais quente na Internet nos últimos dias. Muitos governos do mundo como os EUA, Reino Unido, e outros têm vindo a impor proibições à Rússia por invasão da Ucrânia. As empresas tecnológicas têm vindo a envolver-se no processo. Isto deve-se em grande parte ao facto de estas empresas terem de obedecer às restrições dos seus países de origem. No entanto, enquanto os soldados a pé lutam com armas e bombas, há também uma importante guerra a ser travada na Internet. Recentemente, grupos de hackers tiveram acesso à rede nacional russa de carregamento de EV. Colocaram todos os carregdores indisponíveis com a mensagem “Fora de Serviço”. Glória à Ucrânia. Glória aos Heróis…”

Esta não é a primeira tentativa de alguns hackers Anonymous de entrar no sistema russo. Há alguns dias, um grupo de hackers prometeu o seu apoio à Ucrânia. O grupo tem estado a atacar o website da televisão estatal russa. Até coneguiu entrar nas rádios das tropas russas. O grupo invadiu a frequência das comunicações militares russas e põs como banda sonora o hino ucraniano.

GUERRA RUSSIA – UKRAINE

Atualmente, grandes fabricantes de chips como a TSMC, Intel, e outros deixaram de fazer negócios com a Rússia. O país intercontinental tem sido confrontado com proibições em todas as frentes. Os EUA e os seus aliados estão a atacar a Rússia com todo o tipo de proibições. Proibições económicas, comerciais, bancárias, desportivas, tecnológicas, e outras proibições e suspensões. Contudo, estes países não têm sido capazes de apoiar a Ucrânia com os seus exércitos. De facto, os E.U.A. e o Reino Unido têm repetidamente afirmado que não vão pôr tropas no terreno Isto significa que os ucranianos terão de combater a sua guerra

Após o pedido do vice-primeiro-ministro ucraniano, Mikhailo Fedorov, empresa americana de tecnologia de exploração espacial (SpaceX), enviou um veículo para a Ucrânia. O camião está cheio de terminais de utilizadores Starlink. O CEO da SpaceX, Elon Musk, fez o pouco que pôde para ajudar a Ucrânia.

Os conflitos na Rússia e na Ucrânia causaram interrupções da Internet em partes da Ucrânia. Com a SpaceX, Musk tem múltiplos satélites Starlink em órbita terrestre e está a oferecer serviços de banda larga em algumas áreas. O SpaceX tem mais de 1.700 satélites em órbita, alguns dos quais passam sobre a Ucrânia. No entanto, não há nenhuma estação terrestre na Ucrânia que possa receber sinais da rede Starlink, por isso Musk enviou os receptores para o terreno de batalha.

À medida que o mundo se torna cada vez mais digital, o mesmo acontece com a guerra. Os hackers têm sido parte deste conflito desde o início, ganhando acesso a redes e revelando informação sensível. Enquanto os governos estão a proibir websites e empresas russas, grupos de hackers estão ocupados a infiltrar-se nestes mesmos sites. É evidente que a guerra entre a Rússia e a Ucrânia também está a ser travada na Internet. Para se manter actualizado sobre todas as últimas notícias tecnológicas, não deixe de visitar regularmente o AndroidGeek.

VIA : EV News

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!