Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB

Hoje o nosso assunto é ligeiramente diferente do habitual, uma vez que trazemos a nossa análise mais detalhada do Lenovo Yoga 720-15IKB, um 2 em 1 com um desempenho brutal, um chassi todo em metal e um ecrã, que no mínimo é vibrante.

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB 1

Design Lenovo Yoga 720-15IKB

Trata-se de um equipamento realmente "pequeno" com o seu ecrã de 15.6 polegadas que se revela um excelente equipamento. A tampa conta com o logótipo  Yoga sem mais qualquer apontamento, que não revela por fora, o poder que tem por dentro.

Quando abrimos a tampa, temos um ecrã touch IPS Led, cercado por molduras negras, que quando desligado aparenta ter um ecrã maior do que as 15.6 polegadas de que realmente dispõe. Tem um teclado retroiluminado em estilo ilha, e por baixo deste temos um leitor de impressões digitais embutido no seu deck de alumínio.

Do lado esquerdo do laptop temos uma porta USB do tipo C para dados e carregamento, um Thunderbolt 3 e o conector de fone de ouvido. Do lado direito temos poucas coisas, como uma porta USB 3.0 e o botão power.

Ecrã Lenovo Yoga 720-15IKB

O ecrã IPS brilhante de 15,6 polegadas é colorido e adequado para a grande maioria dos casos de uso. A resolução de UltraHD com 3840x2160 é mais que adequada para este tamanho de ecrã, pois as imagens e o texto são realmente nítidos.

O brilho e as cores são uniformes, proporcionando uma exibição uniforme. O contraste é excelente, possui cerca de 1250: 1. Os negros são profundos e uniformes, e em cenas escuras é excelente.

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB 13

Os ângulos de visão são ótimos, como é esperado de um display IPS. As imagens e o texto permanecem vibrantes e legíveis mesmo em ângulos extremos (acima de 45º), embora haja um leve tom azul ao olhar para o ecrã de lado, em ângulos de aproximadamente 60 ° ou mais. Essa mudança de cor é percetível em fundos brancos, mas é muito subtil e não desfoca a maioria das imagens.

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB 14

Devido ao seu acabamento brilhante e ao brilho médio do ecrã, o Yoga 720 não é utilizável em zonas exteriores, durante o dia, quando o temos muito sol. Os reflexos obscurecem qualquer coisa que apareça no ecrã, tornando-o inútil sob luz forte. Embora sob sombra ou em salas iluminadas, esse problema já não exista.

Processador Lenovo Yoga 720-15IKB

A Lenovo equipou este equipamento com o processador Intel Core i7-7700HQ , um processador de quatro núcleos com um clock base de 2,8 GHz e uma frequência máxima de até 3,8 GHz. Este CPU é habitual vermos em notebooks muito mais poderosos, particularmente aqueles voltados para o mercado de jogos. A unidade para testes que recebemos oferece um excelente desempenho.

O 7700HQ é um verdadeiro quad-core com Hyperthreading, o que significa que ele pode executar 8 threads simultaneamente. CPUs quad-core normalmente não são encontradas em conversíveis, como tal, o Yoga 720 é uma verdadeira potência na sua classe.

O desempenho geral do sistema é rápido e responsivo. As pontuações dos vários testes do PCMark 8 são os esperados considerando os componentes e estão em linha com os concorrentes. A navegação do sistema é suave sem soluços ou gaguejos. A combinação de um poderoso processador quad-core, GPU eficiente, SSD NVMe veloz e uma quantidade adequada de memória RAM (16GB) somam uma experiência de utilizador fantástica.

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB 15

GPU Lenovo Yoga 720-15IKB

Enquanto a maioria dos 2-em-1 contam com gráficos integrados ao processador, o Lenovo Yoga 720 é equipado com um GPU dedicado. A NVIDIA GeForce GTX 1050 é uma placa gráfica de nível básico, mas oferece uma melhoria substancial em relação aos gráficos Intel HD encontrados em outros convertíveis. Deve-se notar que a Lenovo optou por usar um GTX 1050 com 4 GB de VRAM GDDR5. Convém salientar que maiores quantidades de VRAM tornam-se especialmente importantes em resoluções mais altas (1440p e superiores), contanto que as configurações sejam definidas razoavelmente e as resoluções sejam mantidas acima dos 1920x1080.

A GeForce GTX 1050 é atualmente a camada mais baixa dos GPUs móveis da NVIDIA baseadas na arquitetura Pascal. Embora não seja uma potência de jogo, o GTX 1050 é bem adequada para títulos moderadamente exigentes em Full HD. Jogos mais pesados, como The Witcher 3 ou  Rise of the Tomb Raider, exigirão que as configurações sejam reduzidas ou que as resoluções sejam reduzidas para obter uma jogabilidade mais suave. Os títulos mais antigos também funcionam bem e não devem apresentar grandes problemas.

Resoluções superiores a Full HD (1920x1080) estão fora de questão aqui. Além no fato de que a GTX 1050 não foi projetada para jogabilidade de 2K ou 4K, mesmo com os 4GB de VRAM, jogar no máximo de resolução pode tornar-se num problema.

Dito isto, o Yoga 720 de 15 polegadas é o portátil para os jogadores que procuram um 2-em-1. Enquanto outros conversíveis mal conseguem fazer 30 frames por segundo em configurações mínimas e baixas resoluções, o Yoga 720 pode lidar confortavelmente com os títulos mais recentes (embora não em configurações máximas).

Ruído do Sistema

O Yoga 720 é realmente muito silencioso. No modo inativo, os ventiladores ficam completamente silenciosos, aumentando apenas quando programas mais pesados ​​são carregados. Sob carga máxima, as médias sonoras são quase inaudível acima do ruído ambiental normal. Há rajadas ocasionais mas por períodos de tempo muito curtos. Mesmo jogando títulos pesados, como Rise of the Tomb Raider, o ruído do sistema é muito baixo.

Som

Os altifalantes são excelentes, não tivessem eles a mão da JBL. O volume máximo não é muito alto, mas a qualidade do som permanece sólida. O baixo é um pouco deficiente, mas ainda está presente, dando um corpo muito necessário ao som geral. Os médios são suaves e altos permanecem nítidos e claros em qualquer nível de volume. Quando a música toca, não há distorção. O chassi vibra, mas isso não produz qualquer ruído indesejado ou chocante. No geral, os altifalantes são adequados para o consumo de multimédia e criam um som completo e bem equilibrado.

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB 16

Bateria

Os 72 Wh devem ser suficientes para a maioria dos utilizadores para um dia inteiro de trabalho. Enquanto a bateria do notebook dura apenas cerca de uma hora e meia a carregar, o nossos testes dizem que usando o Wi-Fi conseguimos facilmente ter o portátil em condições de trabalho um pouco mais de 8 horas. O Yoga 720 supera claramente outros portáteis multimédia e de jogos de nível básico, que oferecem apenas metade do tempo de uso no mundo real. Graças às eficientes otimizações de hardware e software, como o Optimus, o Yoga 720 tem excelentes tempos de duração de bateria.

Veredito Final - Lenovo Yoga 720-15IKB

O Lenovo Yoga 15 pode ser apropriadamente descrito como um "pau para toda obra". Ele abrange várias categorias diferentes de notebooks e dá-se bem em cada uma de todas as tarefas. É um conversível com possibilidade de jogar, um portátil multimédia com um design 2 em 1 e um notebook para jogos de nível básico, mas muito bem construído. Com tantos casos de uso potenciais diferentes, é difícil encontrar algo em que o Yoga 720, seja mau, tal como também não encontramos nada que possamos dizer que faz algo excecionalmente bem.

O chassi é primorosamente construído e parece suave e elegante. O teclado é ótimo para utilizadores casuais. O ecrã tem um perfil de cor uniforme que melhora muito com as calibrações, apesar de com incidência de muita luz, por vezes deixe um pouco a desejar. A inclusão de um CPU quad-core e uma GPU dedicada são adições bem-vindas aos componentes de baixa potência normalmente encontrados nos 2-em-1, apesar de me ter parecido que o CPU é altamente regulado para o manter com temperaturas razoáveis, que não é propriamente mau.

 

Análise Lenovo Yoga 720-15IKB 17

Principais especificações técnicas Lenovo Yoga 720-15IKB

  • Ecrã IPS  Touch de 15.6 polegadas UHD (3840 x 2160)
  • Intel® Core™ i7-7700HQ Quad-Core, 2.80 GHz com Turbo até 3.80 GHz, 6 MB Cache
  • 16GB DDR4 2133Mhz
  • Disco SSD de 512GB
  • Colunas JBL com Dolby Audio
  • NVIDIA GeForce GTX 1050
  • Windows 10 Pro de 64-bit
  • Aproximadamente com 2 Kg
  • Sensor de Impressão Digital
  • Teclado retroiluminado

 

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link