Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio!

Este ultrabook, pertence à linha Envy, que é a gama média alta da empresa HP, ficando apenas abaixo da linha Spectre. A linha Envy apresenta modelos com estruturas metálicas, molduras reduzidas no ecrã, bem como a presença de áudio com tecnologias da Bang & Olufsen. Importa ainda destacar, o suporte para velocidades Gigabit em conexões por Wi-Fi.

Hoje trago-vos um equipamento, o qual me deu enorme gosto poder analisar. Esta é uma excelente alternativa a um ultrabook com especificações premium que não vos irá custa um rim.

Mas primeiro, o que é um Ultrabook?

A nomenclatura ultrabook foi criada em 2011 pela empresa Intel, e para ter essa denominação, o equipamento em questão precisa atender a algumas exigências: Como possuir um processador da própria Intel, ser leve e fino com até 25mm de espessura, por exemplo.

Os ultrabooks são concorrentes diretos dos MacBooks Air, e têm o mesmo intuito de oferecer mobilidade, excelente autonomia de bateria sem sacrificar o desempenho.

Mas será este ultrabook, capaz de garantir todos estes parâmetros?

Vamos conhecer o ultrabook HP Envy de 13,3 polegadas

HP Envy

Este ultrabook, pertence à linha Envy, que é a gama média alta da empresa HP, ficando apenas abaixo da linha SpectreA linha Envy apresenta modelos com estruturas metálicas, molduras reduzidas no ecrã, bem como a presença de áudio com tecnologias da Bang & Olufsen. Importa ainda destacar, o suporte para velocidades Gigabit em conexões por Wi-Fi.

Resumindo temos uma linha de equipamentos que reúnem características que fazem deles, excelentes equipamentos para consumo de multimédia. Mas será este HP Envy de 2019 capaz de mais ?

HP Envy especificações

Esta linha 2019 da Envy tem dois modelos disponíveis no mercado português, com diferenças no processador, memória bem como na placa gráfica, sem falar na sua diferença de preço, obviamente.

Segue um resumo de ambos modelos, sendo que a HP nos enviou o modelo topo de gama com um processador intel Whiskey Lake da 8º geração com 16GB de RAM e com um disco SSD de 512GB de memória interna.

HP Envy 13
Especificações gerais do HP Envy 13 polegadas que testei
Modelo do HP Envy AH0002NP AQ0004NP
Processador i5-8250U 1.6 GHz i7-8565U 1.8 GHz
Memória RAM 8GB 2133 MHz DDR3 16GB 2400 MHz DDR4
Memória interna 256GB SSD 512GB SDD
Placa gráfica GeForce MX150 2GB GeForce MX250 2GB
Dimensões/Peso 30.7 x 21.2 x 1.49 cm, 1.3 KG 30.7 x 21.15 x 1.47 cm, 1.2KG

 

 

Estas são as principais diferenças entres os dois modelos, bem como a versão do Bluetooth, uma vez que a versão i7 vem com bluetooth V5, em oposição à versão 4.2 presente no modelo com processador i5. 

Ambos os modelos têm um ecrã IPS com 13.3 polegadas com uma resolução Full HD e têm a mesma bateria, que segundo a HP chega para um dia inteiro de trabalho.

Design do HP Envy

O design e a construção da versão de 2019 não sofreu alterações, continuamos com um ultrabook com uma construção em alumínio, com ângulos retos e fortes, o que faz lembrar um ar industrial mas com um toque de elegância. 

Este  ultrabook em metal, foi concebido para o utilizador que procura um computador com uma aparência moderna e “agradável”.  Para aqueles que, por exemplo, gostam de poder trabalhar em qualquer lado sem ter que abdicar de funcionalidades.

Como ultrabook que é, este equipamento reúne todas as características para quem necessita de mobilidade, mas aprecia elegância e desempenho.

Apesar do seu design minimalista, no que toca às entradas de inputs, o Envy não é dos mais tímidos. 

HP Envy 13
Lado direito

No seu lado direito temos a entrada proprietária da HP para carregar o ultrabook, uma entrada USB 3.1 com uma abertura de mola, isto para que fosse possível manter a sua espessura mínima.

Temos também uma entrada para cartões micro SD, e talvez um dos pontos mais originais deste equipamento, um botão físico para desligar a webcam.  Para todos aqueles prezam a sua segurança e privacidade, e não querem ter aquela fita cola a arruinar o Design do ecrã.

A HP oferece uma solução prática e eficaz, este botão desliga “fisicamente” a câmara. O que significa, que mesmo que haja um ataque, não é possível que esta seja ligada através do software.

HP Envy 13
Lado esquerdo

Já no seu lado esquerdo, temos uma entrada 3.1mm audio Jack, outra porta USB 3.1 igualmente no  mesmo sistema e uma entrada USB tipo C que pode ser usada para recarregar o HP Envy , desde que a vossa tomada ou powerbank, tenham força suficiente para tal.

Na zona inferior do ultrabook temos as saídas principais de calor, com o seu sistema de cunha para abertura da tampa. Esta eleva o ultrabook uns centímetros para cima, de forma a permitir uma melhor passagem de ar, bem como uma melhor ergonomia de escrita.

HP Envy 13
Uma das colunas, localizadas na parte de baixo do ultrabook para criar efeito estéreo

Na zona inferior, em cada ponta do Envy, temos igualmente a presença de uma coluna, para aquele efeito estéreo.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 1

O HP Envy 13 pesa 1,3 kg, com 1.2 cm na zona mais alta que são as dobradiças e 0.7 na zona mais fina. Apesar de não caber dentro de um envelope, é um dispositivo bastante estreito. 

Assim que abrimos a sua tampa, que exige a utilização das duas mãos, somos brindados de imediato pelo seu ecrã de 13.3 polegadas e o seu respectivo teclado.

Ecrã do HP Envy

O ecrã é IPS 13,3 polegadas com uma resolução de 1080p, está disponível em ambas versões. No entanto, existe uma versão com um ecrã 4K e sensível ao toque.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 2

E apesar de não me poder pronunciar sobre a qualidade do ecrã 4K, a versão que testei com a resolução FULL HD, oferece cores muito vividas e fortes, desde o momento que abrimos o menu Iniciar do Windows 10. 

O vermelho do ícone do Microsoft News parece extremamente vivido e reluzente, ao ponto que pode parecer demasiado saturado, principalmente se tivermos habituados a ecrãs menos ricos em cores.

Mesmo em ambientes fora do escritório, com luz solar é possível usar o ecrã o Envy, e isto é possível, uma vez que o ecrã do Envy tem 411 nits de brilho e 166 ppi, o que é muito brilho e com um nível de 109% na escala de sRBG.

 

Este ecrã conta com margens horizontais muito reduzidas, o que favorece o formato 16:9 e faz do Envy um ótimo equipamento para ver filmes, e ser usado como plataforma de jogos.

A margem no topo do ecrã é ligeiramente maior, serve para alojar a câmara HD para as vossas chamadas de vídeo. Já a inferior apesar de mais larga apenas serve como elemento estético, tendo a presença do novo e minimalista logo da HP.

Ao olhar mais para baixo, em direção ao teclado do Envy, na zona superior temos as saídas das colunas de som, com o seu padrão “triangular” igualmente presente na linha Spectre. Temos ainda uma outra saída de calor igualmente no mesmo padrão. 

Logo abaixo temos o nosso botão para ligar e desligar o HP Envy, iluminado no lado esquerdo e no lado direito com o logo da Bang & Olufsen, sistema de som que vem incluído no Envy, seguido do teclado, touchpad e ainda a presença de um sensor de impressões digitais no lado direito inferior.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 3

Com este sensor podem aceder mais rápidamente ao vosso ambiente de trabalho, graças ao Windows Hello.  O sensor é rápido e preciso, no entanto, muitos são os serviços, que não suportam leituras biométricas.

Técnicamente este sensor, só poderá ser usado para este fim.

Teclado e touchpad presentes no Envy 2019

 

Teclado 

Se há um ponto importante num computador portátil é o seu teclado. E geralmente nos ultrabooks, devido às suas pequenas margens de largura e altura, os seus teclados geralmente apresentam um Design e consequente funcionalidade reduzida.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 4

Os meus dedos adoraram os 1,5 milímetros de tamanho das teclas no teclado do Envy 13, e o tamanho generoso do espaçamento das teclas, no formato “quadrado” tornam a escrita de textos uma alegria.

As teclas oferecem um feedback robusto e cada vez que pressionava, recebia aquele “clonk” satisfatório, em vez de um clique tímido. Foi um prazer escrever a análise do Envy 13 neste teclado.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 5

O layout permanece praticamente inalterado comparativamente a outros modelos da gama HP e dos modelos do ano passado. Temos teclas, como referi com uma aparência quadrada e várias teclas de função, que se encontram numa coluna extra logo abaixo das colunas de som e acima do teclado. 

Algo que me surpreendeu, comparativamente por exemplo a outros modelos, como o caso do Pavilion 14. É que desta vez temos a possibilidade de controlar a intensidade da luz de fundo das teclas no Envy 13, entre dois modos.

O único ponto que não apreciei, será o repouso para as mãos. Este é pequeno e ficamos confinados a um espaço minúsculo, o que obriga a alguma ginástica de movimentos para percorrermos as teclas todas do computador.

E já agora, e atenção que isto parte de uma opinião pessoal e de gosto, a HP podia incorporar alguma cor nas teclas, de forma a criar uma separação visual, entre elas e a placa do computador.

Touchpad

A HP finalmente adotou os drivers de precisão do Windows para o touchpad do Envy 13, o que é um ponto positivo. Estes drivers vêm corrigir alguns problemas presentes em modelos anteriores.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 6

Os gestos do Windows 10, estão presentes e todos funcionaram perfeitamente, como por exemplo: o zoom com dois dedos, ou toque com quatro dedos para abrir o Action Center, etc.

E apesar do seu tamanho reduzido, com 11 X 5.2 cm a sua utilização é prática. No entanto iria apreciar a possibilidade de uma superfície maior. 

Com uma construção em plástico suave faz a função a que foi destinado. No entanto a experiência, já me ensinou que trackpads neste material, riscam-se com alguma facilidade. O que convém um cuidado adicional.

Desempenho

O Envy 13 vem equipado com os mais recentes processadores da Intel e apesar da HP, nos ter enviado a versão de topo para testar, com um processador Core i7. 

Esta configuração vem com um Core i7-8565U, 16GB de RAM e um disco SSD de 512GB, e honestamente, não recomendaria esta versão, mas calma.

Digo isto, uma vez que o modelo básico é mais que suficiente, para um utilizador comum no qual vos deixo com um pequeno resumo dos modelos oferecidos: 

  • Core i5-8265U, 8 GB de RAM, SSD de 256 GB, MX250 
  • Core i7-8565U, 8 GB de RAM, SSD de 512 GB, MX250
  •  Core i7-8565U, 16 GB de RAM, SSD de 512 GB, MX250 

Ambos modelos com um processador Core i5 e Core i7 têm quatro núcleos, e são capazes de praticamente qualquer trabalho de produtividade que possam vir a precisar. 

Sejam estudantes, programadores ou mesmo artistas, fiquem descansados que o desempenho do HP Envy é mais que adequado. 

É possível editar vídeo e fotos, tratar dos vossos ficheiros excel e bases de dados, e tudo o que seja relacionado com trabalho de escritório. 

Se procuram um computador para jogar, o Envy não é a linha adequada para isso. 

Sim, é possivel jogar, jogos clássicos e alguns mais modernos mas com os gráficos reduzidos, apesar de tudo a gráfica GeForce MX250, é classificada como uma placa gráfica portátil de média gama. Sem esquecer que para trabalho que seja graficamente menos intenso, ainda podemos contar com a gráfica UHD 620. 

Desta forma o Envy vai alternando entre as duas placas, consoante as suas necessidades energéticas, o que resulta em melhor desempenho gráfico ou mais autonomia.

Mas por menos de 1000 euros, podem comprar a versão com o processador i5 e 8GB de RAM, e acredito que o utilizador banal, não irá notar uma diferença mensurável que mereça os 300 euros a mais pelo Core i7.

Algo importante de referir, é a capacidade de upgrade do HP Envy

Uma vez que não seria adequado "esventrar" o Envy, não posso falar por experiência própria, mas posso dizer que  o processo é chato, uma vez que para acedermos aos últimos parafusos, temos que deslocar as borrachas, e estas não voltam a colar com muita facilidade.

Mas segundo as informações que apurei, a memória RAM no Envy vem soldada à motherboard, por isso ficamos limitados à RAM que vem disponível , sejam os 8GB ou 16GB.

Por isso, façam uma escolha adequada às vossas necessidades.

E querem ouvir algo divertido? Para configurar o MacBook Pro 13 aproximadamente ao mesmo nível que este Envy 13, terão que gastar cerca de 2000 euros. Dá que pensar, não ?

Relativamente a pontuações em testes de Benchmark, e leituras do disco deixo vos abaixo os prints dos testes realizados:

 

 

Calor e barulho da ventoinha

Se há algo chato, é um computador que para além de aquecer, parece que vai levantar voo.  Duas coisas que felizmente não acontecem com o Envy, podem deixar a vossa placa de arrefecimento em casa, porque não vão precisar dela.

Durante a minha utilização a consumir multimédia, trabalho de escrita, e alguma programação web, nunca senti que o Envy aquecesse ao ponto que fosse insuportável, fosse na zona de repouso para as mãos, ou na sua placa inferior, mesmo quando ligado à corrente.

 E relativamente à ventoinha, lá de vez em quando, e muito discretamente se ouvia um leve sopro.

A HP reformulou o seu sistema de cunha, de forma a que o ultrabook ficasse mais elevado da superfície onde se encontra. O que cria uma passagem para o calor sair e dissipar melhor, sem falar que ergonomicamente, torna a nossa escrita muito mais agradável . 

Áudio

A HP apostou no sistema de som do Envy, com colunas de som dupla na parte inferior do seu chassi e um terceiro driver superior acima do teclado.

Ouvir música no Hp Envy é uma experiência agradável, com baixos decentes, estes conseguem uma representação real da bateria, e conseguimos ter uma presença sólida a um alcance médio e um volume perfeitamente respeitável. 

Claro que quanto mais alto o volume estiver, ficamos com um pouco de distorção, mas nada de grave.

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 7

O software Bang & Olufsen vem pré-instalado no Envy 13, com controlos do equalizador para que possamos ajustar os graves, médios e agudos ao nosso gosto. Claro que para tirar o máximo partido, temos que ter uns auriculares compativeis.

Mas mesmo com uns “genéricos”, podemos disfrutar de um som excelente.

Webcam 

A webcam de 720p no Envy não é nada de especial, antes pelo contrário.

Uma selfie que tirei no escritório decentemente iluminado, a foto fica com ruido e grão, a minha barba e cabelo, não tinham composição. Enquanto que os meus olhos pareciam ter sido desenhados.

 

Mas nem tudo é mau, se há um ponto positivo é a questão da segurança que a HP teve em consideração. Na extremidade direita do Envy, há um interruptor físico, que corta a energia da webcam. De forma a que ninguém a possa hackear, e assim ficamos mais seguros.  Afinal de contas, não sabemos quem anda aí a bisbilhotar.

Duração da bateria 

A HP também parece ter melhorado um pouco a duração da bateria com esta geração.  Durante a minha utilização do Envy, este aguentou perfeitamente para um dia de trabalho de nove horas.

Ao ponto que até deixava o carregador em casa, e mesmo quando chegava ainda tinha alguma energia, com algum ajustes no brilho no ecrã e com a gestão da HP, este sensivelmente até conseguia chegar às 10 horas.

De acordo com um relatório de bateria do Windows 10, o laptop possui uma bateria de 53,6Wh, e com duas horas temos a bateria 100% carregada. Aqui a ausência da opção de carregamento rápido é lamentável, tendo em conta o tamanho da bateria, era uma característica que seria muito bem vinda.

Conclusão

O Envy de 13 polegadas volta a consolidar a posição da linha Envy, como uma das melhores opções de computador portátil para estudantes ou viajantes. 

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 8

Temos um ultrabook que oferece uma autonomia de 10 horas de bateria, um chassi elegante e ultraportátil, desempenho rápido e colunas de som potentes. 

E o melhor de tudo é que o Envy, vem com um preço razoável com todas estas características, por cerca de 999 euros para a versão com o processador i5 com 8GB de RAM, ou 1249 euros para a versão com o processador i7 e com 16GB.

O Envy 13 é uma alternativa a quem procura algo como um MacBook Air ou MacBook Pro 13, mas não quer/pode entrar num gasto na casa dos 2000 euros.

Para além de vir com Windows 10 o que permite mais versatilidade de trabalho. Temos um equipamento que oferece uma construção premium, ótimo desempenho e uma bateria sólida. Tudo abaixo de um orçamento de 1000 euros.

Selo de recomendação AndroidGeek

Análise HP Envy de 13 polegadas. Não tenham inveja, que é feio! 9

Escolha AndroidGeek

O produto / serviço analisado neste artigo mostra-se excelente na relação qualidade preço. Uma análise com a Designação "Escolha AndroidGeek" é a garantia que o produto/serviço em questão tem a melhor relação Valor VS Benefício.  
 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais