Android Geek
O maior site de Android em Português

A Huawei quer ter sua própria alternativa aos Google Apps pronta até ao final do ano

No entanto,a empresa não mostra nenhum sinal de fraqueza. Na verdade, a proibição forçou a empresa a mergulhar em alternativas que, consequentemente, a tornarão uma empresa muito mais poderosa e independente do que era antes.

A Huawei viu a sua evolução algo afetada pela proibição dos EUA e pelas suas restrições. No entanto,a empresa não mostra nenhum sinal de fraqueza. Na verdade, a proibição forçou a empresa a mergulhar em alternativas que, consequentemente, a tornarão uma empresa muito mais poderosa e independente do que era antes. De acordo com uma nova informação do Economic Times, a Huawei tem estado em contato permanente com programadores indianos para criar alternativas da Huawei para as aplicações mais populares do Google - o HMS.

Como o devem saber, a proibição impede novos dispositivos Huawei e Honor de serem fornecidos com as Google Apps pré-instaladas, como Maps, Google Drive e Gmail. Embora essas aplicações não sejam o prato do dia na china, elas são uma parte essencial da vida do utilizador ocidental.

A Huawei quer ter sua própria alternativa aos Google Apps pronta até ao final do ano 1

Charles Peng, CEO da Huawei e Honor India disse à ET “Temos o nosso próprio HMS e estamos a tentar construir um ecossistema sólido. A maioria das principais aplicações, como navegação, pagamento, jogos e mensagens, estará pronta no final de dezembro. ”Isso significa que a Huawei não fechará este ano sem finalizar uma parte importante do seu ecossistema HMS. Apesar de ser uma medida necessária, é corajosa. Afinal, o Google colhia os benefícios de um monopólio com o ecossistema GMS. O portfólio do Google é tão vasto que, para competir, a Huawei precisa criar alternativas para o Google Maps, Gmail, Google Pay, YouTube, Play Store e Play Games.

“Criaremos um modelo de negócios de topo em conjunto com programadores, provedores de conteúdo e serviços. Daremos valor a quem faz. ”

- Charles Peng, CEO da Huawei e Honor India

 

A marca Honor, apoiada pela Huawei, está atualmente em conversações com os programadores dos 150 principais aplicações da Índia. A empresa pretende levá-los a desenvolver versões das suas aplicações para a App Gallery da Huawei, a alternativa PlayStore da empresa.

Charles Peng confirmou ainda que o próximo smartphone Honor virá com os Serviços do Google. A Honor está a expandir o portfólio, ao oferecer produtos em novas categorias na Índia, como TVs, dispositivos de áudio inteligentes e gadgets de IoT. A Honor espera atingir 10% de participação de mercado na Índia em 2020.

A empresa está a desenhar um caminho inteligente que oferece incentivos ​​aos programadores indianos. A empresa oferece um fundo de mil milhões para ajudar os programadores a integrar as suas aplicações com o HMS. Esperamos que, a empresa consiga oferecer uma boa alternativa aos Google Apps e finalmente tenha sucesso onde muitas outras empresas falharam.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais