A falta de encomendas Chipset da Huawei está a prejudicar a TSMC de forma acentuada

A Huawei perdeu , para já, o abastecimento de Chipsets da TSMC, como resultado as empresas norte-americanas temem que essa decisão do governo acabe por afastar os seus clientes. Em 2019, Huawei enfrentou uma proibição comercial pelo Departamento de Comércio dos EUA.

Em maio de 2019, o Departamento de Comércio dos EUA incluiu a Huawei na lista de entidades proibidas de usar tecnologia dos EUA.

Ao longo dos últimos anos, a parceria entre a Huawei e a TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturing Company) cresceu de forma inequívoca e os dois gigantes de tecnologia beneficiaram com a cooperação um com o outro. Em maio de 2019, o Departamento de Comércio dos EUA incluiu a Huawei na lista de entidades proibidas de usar tecnologia dos EUA. Como resultado, os Chipsets desenvolvidos pela Huawei não podem ser fabricados por usarem tecnologia Made in EUA , e a Huawei também está impedida de importar componentes de terceiros.

De todas as sanções e dificuldades, perder os chipsets de última geração para os seus Smartphones principais feitos pela TSMC foi o golpe mais duro para o mercado móvel da Huawei.

A falta de encomendas Chipset da Huawei está a prejudicar a TSMC de forma acentuada 1

 

A Huawei é um dos maiores clientes da TSMC e o mais recente chipset Kirin 9000 da empresa foi desenvolvido pela tecnologia de processo 5nm da TSMC. Este chipset foi usado pela primeira vez na série Huawei Mate 40, no telefone dobrável Mate X2 e será visto em mais modelos. Devido às sanções dos EUA, a TSMC não pode fazer negócios com a Huawei por causa dos seus processos de fabrico que incluem tecnologia dos EUA.

Como não pode fornecer Chipsets para a fabricante chinesa de smartphones a TSMC perdeu um dos seus maiores e cliente e um grande volume de negócio. De acordo com os dados gerados pela rede de informações, em 2019, a Apple estava no topo do ranking, contribuindo com cerca de 24% da receita da TSMC, e a Huawei estava em segundo lugar, contribuindo com 15%. Em 2020, afetada por muitos fatores desfavoráveis, a Huawei manteve o segundo lugar com uma contribuição de 12,8% na receita da TSMC, depois da Apple. No entanto, em 2021, as coisas estão diferentes. A empresa de Taiwan não espera receber receita da Huawei porque os negócios entre ambas estão interrompidos. De acordo com os dados, a receita de vendas da TSMC com a Huawei em 2019 foi de cerca de 36 mil milhões de yuans e em 2020 chegará a 38,9 mil milhões de yuans. É um prejuízo bastante elevado para a empresa taiwanesa.

Relacionado:  Qualcomm revela oficialmente o Snapdragon Insiders Phone designed by ASUS

(Através da)

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!