Android Geek
O maior site de Android em Português

5 desafios para a criação de uma StartUp e como os superar

Para muitos de nós, a ideia de fundar a nossa própria StartUp parece glamorosa. Significa prosseguir a nossa própria visão, da maneira que a queremos e vemos. Significa fazer as nossas próprias regras e contratar a nossa própria equipa. Isso significa transformar as nossas paixões e ideais numa realidade tangível.

Ainda assim, a estrada para chegar lá é raramente, se alguma vez, fácil ou confortável. Manter o seu próprio negócio, uma vez estabelecido com sucesso, exige muito trabalho e dedicação para manutenção contínua e crescimento.

Por que algumas (ok, a maioria)das startups falham

Estudos dos últimos anos mostraram que 90% das startups falham. Existem algumas razões para isso e, embora algumas delas tenham a ver com a falta de necessidade do mercado para o próprio produto, a maior parte depende inteiramente da má execução e da estratégia operacional.

Por exemplo, alguns fundadores podem ter uma boa orientação, ou estar tão concentrados na sua visão precisa que não conseguem aceitar conselhos de potenciais professores e colegas. A outros faltam conhecimentos de operações comerciais básicas, como marketing, finanças ou tecnologia, e poderiam facilmente resolver essas questões se tivessem ouvido especialistas e contratado a equipa certa. E muitos, infelizmente, não têm motivação ou paixão suficiente pelo produto ou serviço de sua empresa.

Superar os maiores desafios

A boa notícia é que, como estas razões são principalmente questões operacionais, proceder estratégicamente pode ajudar a superá-las. Ao invés de se apegar a uma visão idealista do que significa começar uma empresa, é essencial que antecipar os riscos e os desafios que vêm com a criação de uma StartUp  para que possam planear com antecedência.

Abandonar o seu trabalho

Um dos maiores desafios para iniciar uma nova empresa é o facto de terem que deixar a vossa carreira atual. Podem tentar começar a empresa trabalhando durante a noite e nos fins de semana, mas isso não será sustentável se quiserem realmente crescer e ter sucesso.

Como o empresário Ruzbeh Bacha refere na sua palestra on-line, começar a sua própria empresa exigiu deixar a segurança financeira e até a garantia do seu próprio sucesso. “Eu deixei meu emprego no Skype, o que era um ótimo trabalho, mas eu queria conseguir algo mais. Eu não tinha muito conhecimento de programaação, então o primeiro passo foi dedicar tempo para me ensinar a programar. Demorou muitos testes e erros antes de eu criar a primeira versão do CityFALCON “, explica.

É assustador, é claro, afastar-se de um trabalho bom e estável em favor de algo tão incerto. A verdade é que 100 por cento do seu esforço tem que ir para a construção de uma base sólida para a sua empresa; manter-se com seu emprego atual, ainda que mais lucrativo no curto prazo, apenas irá obstruir os seus objetivos. É importante ser suficientemente apaixonado e comprometido com a sua visão de que será capaz de superar os obstáculos e enfrentar os riscos.

Tomar decisões de alto risco

É necessário fazer centenas de pequenas decisões a cada dia – quer envolvam decidir como responder a um cliente ou investidor ou elaborar uma lista de regras internas da empresa.

As decisões não são apenas stressantes; elas também podem ser verdadeiramente fatigantes – tanto assim que uma alta dose diária de tomada de decisão pode afetar muito o desempenho. O fenômeno psicológico da fadiga das decisões, primeiro analisado por Freud, é explica que é possível ficar tão exausto mentalmente de tomadas de decisão, que fica cada vez mais difícil fazer escolhas ao longo do dia. As conseqüências da fadiga das decisões são duplas: primeiro, pode resultar em tomar decisões rápidas e impulsivas sem primeiro pensar nas conseqüências; e em segundo lugar, isso pode fazer com que evite tomar decisões importantes por completo.

O segredo para evitar a fadiga de decisão é ter confiança nas suas próprias intuições e estar aberto a aprender com especialistas, e colegas.

Afastar-se da sua ideia original

Existe um envolvimento emocional com as nossas ideias, é importante não deixar que o orgulho ou uma visão romanceada da realidade vos impeça de fazer as mudanças ao projecto inicial que permitam o sucesso.

Financiamento

O financiamento é talvez o desafio mais assustador. Quando se trata de financiamento,  realmente existem duas opções: obtenção de financiamento de investidores ou crédito.

Obter financiamento de investidores não é fácil, mas existem algumas técnicas que podem ajudar. Antes de abordar os investidores, certifiquem-se de ter um plano detalhado sobre o plano de operação da empresa, a necessidade da sua empresa preencher e o mercado que a sua empresa pretende alcançar.

Uma alternativa é recorrer a crédito, ainda que arriscado pode ser muitas vezes a única opção.

Escolher a equipa certa

Escolher a equipa certa é importante por dois motivos: não só é importante escolher membros experientes e que possam ajudar a empresa a ter sucesso; Também é importante escolher as pessoas que se relacionam e concordam com a cultura da empresa. Se for forçado a escolher, muitas vezes vale a pena escolher as pessoas que vão encaixar bem na empresa sobre pessoas com mais experiência. Afinal, o trabalho em equipa é parte integrante de colocar uma empresa no mapa, e um funcionário experiente não é de grande utilidade se ele não funcionar bem com o resto da equipa.

O mesmo é verdade ao escolher o seu co-fundador. Embora a experiência seja certamente importante, assegurando que seu co-fundador esteja de acordo com suas próprias visões e intuições. Ainda mais importante, assim como os membros da sua equipa devem se equilibrar com diferentes áreas de especialização, o co-fundador deve ter um conjunto diferente de habilidades.

Faltou identificar algum desafio? Deixem nos comentários.

 

 

Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.