Android Geek
O maior site de Android em Português

39% dos utilizadores europeus aceitaria vender os seus dados pessoais. E vocês?

Com os utilizadores da Internet a ceder facilmente as suas informações privadas por algo em troca, este tipo de comportamento pode levar a danos a longo prazo. Vários casos recentes, tais como os tweets partilhados por James Gunn ou Kevin Hart, demonstram como é que informação que partilhamos online por vontade própria pode ser uma armadilha no futuro – causando vários danos a reputações e carreiras.

Apesar das consequências associadas ao facto de os dados privados serem utilizados de forma errada ou acabarem nas mãos erradas, um em cinco (18%) indivíduos facilmente sacrificaria a sua privacidade e partilhava os seus dados para receber algo gratuito em troca. Mais de um terço (39%) até aceitaria receber dinheiro em troca para dar acesso total aos seus dados pessoais a estranhos. Com os utilizadores da Internet a ceder facilmente as suas informações privadas por algo em troca, este tipo de comportamento pode levar a danos a longo prazo.

 

39% dos utilizadores europeus aceitaria vender os seus dados pessoais. E vocês? 1

Vários casos recentes, tais como os tweets partilhados por James Gunn ou Kevin Hart, demonstram como é que informação que partilhamos online por vontade própria pode ser uma armadilha no futuro – causando vários danos a reputações e carreiras. Para as pessoas do dia-a-dia, é cada vez mais comum os empregadores e potenciais empregadores utilizarem plataformas sociais, como o LinkedIn, Instagram e Facebook, para saberem mais sobre a reputação dos seus colaboradores e candidatos, e verificarem se estes não têm comportamentos que desrespeitem a empresa.

·De acordo com a nova investigação da Kaspersky Lab, partilhar os dados pessoais de forma irresponsável está a deixar os consumidores cada vez mais expostos aos perigos online.

·A nível europeu, cerca de 39% dos utilizadores aceita vender os seus dados em troca de dinheiro, sendo os jovens entre 16 e os 24 anos (50%) os mais predispostos a fazê-lo.

·Apesar das preocupações decorrentes dos escândalos de fornecimento de dados de perfil, incluindo aquele em que o Facebook deu acesso ao Netflix e ao Spotify para eliminar as mensagens privadas dos utilizadores, mais de metade dos utilizadores da Internet (56%) consideram que é impossível ter privacidade total no mundo digital de hoje.

Marina Titova, Responsável pela Área de Consumer Product Marketing na Kaspersky Lab, afirma: “A privacidade de dados é e deve ser alcançável para todos. Os segredos devem ficar seguros e a perda de informação não deve ser uma expectativa, mas uma exceção, em transações online. Uma solução combinada de produtos de segurança e guias práticos podem ajudar a minimizar as ameaças e manter os dados online seguros.”

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais