Android Geek
O maior site de Android em Português

Qual a melhor rede móvel em Portugal? Os factos ajudam a perceber

Os índices de QCE para MEO e NOS foram menores, mas ainda acima de 70%.

A Tutela, uma empresa independente de dados de crowdsourcing, divulgou hoje o relatório State of Mobile Network para Espanha e Portugal, um relatório divulgado anualmente que reúne mais de 30 milhões de testes de velocidade e 523 milhões de medições de latência, de mais de 1,9 milhões de dispositivos, entre 1o de fevereiro e 31 de julho de 2019.


Em Portugal, a Vodafone conquistou o primeiro lugar, onde seus clientes conseguiram uma Qualidade Consistente Excelente (QCE) em 81,2% do tempo. Os índices de QCE para MEO e NOS foram menores, mas ainda acima de 70%. Embora a Vodafone também tenha conquistado o primeiro lugar em Qualidade Consistente Básica (QCB) a
competição foi muito mais próxima: a Vodafone obteve um resultado de 97,0%, enquanto a MEO ficou a menos de um ponto percentual atrás, seguida pela NOS com 94,5%.

Quando comparamos QCB de Portugal com a vizinha Espanha, observamos que esta última registrou um percentual de 97,0%, em comparação com os 95,9% de Portugal. Isso significa que, na grande maioria das vezes, os consumidores de ambos países podem usar suas redes para serviços básicos, como streaming de vídeo em SD ou
navegação nas mídias sociais. A Vodafone registou a taxa de download média mais rápida em Portugal, com 15,2
Mbps, seguida pela NOS (10,6 Mbps) e MEO em terceiro lugar (9,9 Mbps). Em relação à taxa de upload, as diferenças foram um pouco menos acentuadas, com a Vodafone em primeiro lugar (6,8 Mbps), NOS em segundo (5,9 Mbps) e MEO em terceiro (4,6 Mpbs).

Em Portugal, os clientes da Vodafone passam proporcionalmente mais tempo em uma conexão 4G, 77,0% do tempo. Os clientes da NOS ficam em segundo lugar, enquanto a MEO foi a única operadora no relatório a ter assinantes que passam menos de 70% do tempo em uma conexão 4G.

Leandro Demarchi, diretor comercial da Tutela no sul da Europa, disse que “As redes portuguesas apresentaram resultados impressionantes para ambos tipos de Qualidade Consistente (Excelente e Básica), apenas um pouco atrás dos resultados da Espanha. No entanto, métricas subjacentes, como taxa de downloads e tempo gasto em 4G,
mostram que ainda há espaço para melhorias em todas as operadoras portuguesas. Estamos ansiosos para ver as melhorias que o investimento contínuo em 4G (e as implantações iniciais de 5G) podem oferecer. ”

  • A Vodafone, seguida pela NOS, ficou em primeiro e segundo lugar em
    velocidade média de download e upload.
  •  A Vodafone entregou a maior percentagem de testes que atendem os
    parâmetros de Excellent Consistent Quality da Tutela, o que significa que seus
    usuários geralmente têm uma conexão de rede capaz de suportar casos de uso,
    como streaming de vídeo em HD ou jogos para telemóvel.
  •  As melhores redes em Portugal e Espanha ofereceram Excellent Consistent
    Quality muito parecidas. Mas a nível de operadora, no entanto, houve mais
    diferenças.

Quando se trata de utilização do espectro, as operadoras usam uma mistura de espectro de 800 MHz e 1800 MHz para lidar com a maioria do tráfego de dados. As redes também usam uma mistura de espectro de banda alta de 2100 MHz e 2600 MHz para ajudar em áreas densamente povoadas. Todas as operadoras têm 20 MHz de espectro de 800 MHz disponível para 4G. Utilizar este limite de banda com mais intensidade pode criar problemas de capacidade e congestionamento; às operadoras que conseguem diversificar sua utilização do espectro acabam com uma rede mais equilibrada. Em Portugal, a MEO é a única operadora a usar 2100 MHz e 2600 MHz para uma proporção significativa de seu tráfego. O Relatório está disponível para acesso no portal da Tutela.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais