‎Apple ganha mais dinheiro com jogos do que Sony, Nintendo, Microsoft, Activision todas juntas

‎Isto foi possível graças ao corte de 30% das vendas feitas através de jogos na App Store. A implicação disso é que a empresa com sede em Cupertino acabou por se tornar um grande concorrente no mundo dos jogos, apesar de não ter um único título de jogo próprio.‎

Foi agora revelado no recente julgamento AntiTrust que a Apple obteve mais lucros com jogos do que a Microsoft, Nintendo, Activision Blizzard e a fabricante da PlayStation Sony combinadas em 2019.‎

‎Isto foi possível graças ao corte de 30% das vendas feitas através de jogos na App Store. A implicação disso é que a empresa com sede em Cupertino acabou por se tornar um grande concorrente no mundo dos jogos, apesar de não ter um único título de jogo próprio.‎

‎A análise do ‎‎Wall Street Journal‎‎ colocou os lucros operacionais da Apple apenas em US$ 8,5 mil milhões durante esse ano fiscal, o que é maior do que os lucros operacionais combinados de jogos das outras quatro empresas no mesmo período.‎

‎Apple ganha mais dinheiro com jogos do que Sony, Nintendo, Microsoft, Activision todas juntas 1

‎No entanto, a Apple havia descartado o relatório durante o julgamento AntiTrust afirmando que os números não estavam certos e eram maiores do que a realidade. A empresa explicou isso dizendo que as margens operacionais discutidas, foram produzidas sem ter em conta os inúmeros custos conjuntos associados à App Store. Com efeito, a análise incluiu toda a receita relacionada ao jogo, mas apenas uma pequena fração do custo possível.‎

‎Um relatório anterior via Sensor Tower, uma empresa de análise, definiu a receita total da Apple da App Store em US$ 15,9 mil milhões, efetivamente fazendo com que seus US$ 8,5 mil milhões representassem 69% do total. Usando o cálculo de margem operacional da Apple descrito em registos judiciais, a App Store da empresa gerou um lucro operacional aproximadamente de US$ 12,3 mil milhões naquele ano.‎

‎Apple ganha mais dinheiro com jogos do que Sony, Nintendo, Microsoft, Activision todas juntas 2

‎Durante o julgamento, o juiz decidiu que a Apple não era um monopólio em parte devido ao fato de que o mercado de jogos móveis está a crescer muito rapidamente. Além disso, empresas como a Microsoft e Nvidia estão a empurrar serviços de assinatura de jogos que podem ser acedidos através de sites, ignorando assim a App Store.‎

‎Assim, concluiu-se que a Apple desfruta de uma “participação de mercado considerável de mais de 55% e margens de lucro extraordinariamente altas”, mas que a Epic Games não conseguiu provar a Apple como uma “monopolista ilegal” no mercado de jogos. A empresa entrou com recurso contra esta decisão.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!