miui 7 logo Xiaomi começa a bloquear o bootloader dos dispositivos image

Alem de excelentes dispositivos, a Xiaomi sempre facilitou a vida aqueles que pretendem instalar novas ROM’s nos seus dispositivos. Isto porque a empresa até agora tem feito sair os seus dispositivos com os bootloader’s desbloqueados de fábrica.

Mas tais facilidades parecem estar comprometidas uma vez que a fabricante chinesa está a bloquear o bootloader dos seus dispositivos. Parece que uma atualização para a MIUI 7 vem com o “brinde” que bloqueia o bootloader, e o Redmi Note 3 é o primeiro a recebe-la, seguindo-se dos Mi4C e  do Redmi Note Pro…. e se já festejava porque o seu dispositivo não é nenhum desses três, então pode parar, porque depois destes, todos os outros receberão o update “brindado”.

 

 

Com o bloqueio do bootloader será muito difícil (para não dizer impossível, porque pessoalmente não gosto dessa expressão) obter acesso Root, instalar um custom recovery ou simplesmente reinstalar o firmware do próprio telefone.

Depois de tal novidade, nada mais era de esperar senão as reclamações dos utilizadores para com a fabricante chinêsa, que já veio garantir que irá disponibilizar um método oficial para o desbloqueio do bootloader, mas é necessário que o utilizador faça um pedido à empresa, e que a resposta a esse pedido poderá demorar até 21 dias.

Qual é a sua opinião sobre este assunto? Acha que a Xiaomi anda a receber muitas queixas ou devoluções de telefones causados pela liberdade que dão aos utilizadores? Dê-nos a sua opinião que é muito importante para nós.
Relacionado:
Novo Xiaomi Mi S de 4.6" com Snapdragon 821, FHD display e 4 GB RAM