Smartphones chineses em contraciclo com o mercado mundial

 

O mercado mundial dos smartphones está a desacelerar. De acordo com a Standard & Poor’s, o crescimento de 2015 foi de 10%, em comparação com o incremento de 30% no mesmo período de 2014.

Tal como salientou um dos autores do estudo agora divulgado, a principal causa desta desaceleração é a economia chinesa. A China é o país onde se vendem mais smartphones em todo o mundo. Além disso, o mercado de smartphones começou a consolidar-se há pouco tempo, pelo que os consumidores estariam agora a começar a renovar os equipamentos comprados como primeiro smartphone.

De acordo com o estudo, a crise não afeta apenas o mercado chinês. A recessão da economia asiática tem repercussões também nos EUA e Europa Ocidental, enquanto que em outros países como a Índia, Médio Oriente e África espera-se uma “maior procura” nos próximos dois anos.

Huawei Honor 7 Will Be Unveiled at a Media Event June 30th Smartphones chineses em contraciclo com o mercado mundial image

Por empresas, Xiaomi ou Huawei começam a ganhar terreno a empresas como a Samsung, que em 2012 era a segunda marca mais vendida na China e agora ocupa o quarto lugar atrás da Xiaomi, Huawei e Apple.

No resto do mundo, a Huawei e Xiaomi superaram as vendas de empresas como a LG ou a Sony e continuam no encalce da Samsung e Apple.

O estudo revela que o principal motivo pelo qual estas empresas chinesas começam a superar os seus rivais é o preço. Os terminais que comercializam são mais baratos e têm características similares aos da concorrência.

Relacionado:
Nexus 9 LTE também já conhece o doce sabor do Android Nougat

De acordo com outro dos autores do estudo, a Apple é a única que se mantém “extremamente forte” no mercado graças à lealdade que existe à marca.

Em 2014 venderam-se mais 300 milhões do que em 2013, dos quais 40% foram fabricados na China, país que comprou no ano passado cerca de 30% do total mundial.

 

 

FONTE