Tal como eu é amante da linha Nexus da Google? Então não tenho boas noticias para si. Segundo algumas informações obtidas pelo Android Central, a Google não pretende só mudar o nome da sua linha de smartphones já nos aparelhos que estão a ser fabricados pela HTC, mas também vão modificar a experiência de uso da interface, trazendo modificações próprias ao Android “puro”.

A expectativa é que os dois novos dispositivos cheguem com logótipo da Google em posições de destaque e ocultem totalmente o nome da HTC. Ainda não há informações sobre qual será a nova nomenclatura da família dos aparelhos, apenas sabe-se que o termo Nexus deixará de ser usado nos smartphones. Muito maior do que uma simples troca do nome, a principal mudança será em relação à interface do sistema operativo.

0B5CUt KUpXFUWDdKVDhTWGRCcTg Será o fim da linha Nexus da Google, tal como a conhecemos? image

Ainda segundo o pessoal do Android Central, os smartphones de 2016 da Google já deverão possuir softwares adicionais e virão com algumas diferenças no seu visual e no funcionamento do Android. Na prática, isso significa que a Google vai adotar uma prática semelhante ao que vemos em fabricantes como Samsung e LG, entre outras, que dão preferência a ROMs próprias e rejeitam o estilo “puro” que os aparelhos da linha Nexus têm vindo a adotar.

As informações parecem ir ao encontro dos leaks mais recentes de fontes famosas, como Evan Blass (do perfil @evleaks no Twitter) e o site Android Police. Nas imagens divulgadas por eles, era possível ver um novo layout de botões, um esquema de cores e uma aplicação de configurações que passam longe do que podemos ver hoje no Android Nougat, já disponível para os Nexus 6P e 5X.

Por enquanto, ainda não se sabe se o abandono da marca será permanente ou se também afetará os tablets da Google. No entanto, o fato de que os dispositivos com a nova ideologia estão previstos para chegar no outono norte-americano, quando normalmente os smartphones Nexus saem.

Relacionado:
Xiaomi Mi Mix Nano é real e já mostrou as suas especificações

A novidade também se encaixa com uma afirmação feita pelo CEO da Google, Sundar Pichai, durante a Code Conference, em junho. Na ocasião, o chefe executivo da Google afirmou que a empresa seria “mais opinativa a respeito do design dos smartphones”. Ainda que nada tenha sido dito sobre tablets, as fontes do Android Central confirmaram que a empresa de Mountain View tem planos para lançar ainda dois smartwatchs próprios com Android Wear este ano.

4 COMENTÁRIOS

  1. Confirma-se o que se temia: o regresso do ex-ceo da Motorola á Google veio por fim á gama Nexus, tal como tinha tentado em 2013 quando criou a gama “Silver”, só que na altura essa BESTA foi desviada para a Motorola e os Nexus continuaram… até ele regressar

Comments are closed.