Achas que o sensor de impressão digital do teu smartphone é seguro?

0B5CUt KUpXFUQV8zamRFa2hrNDA Sensor impressão digital pirateado usando uma impressora comum image

Sem dúvida que vivemos numa era em que a tecnologia progride a um ritmo avassalador e talvez até assustador! Se até à bem pouco tempo o iPhone 5s revolucionou os métodos de segurança nos smartphones com a introdução do sensor biométrico de impressão digital, agora uma equipa de investigadores da Michigan State University  descobriu um modo de quebrar esta medida de segurança.

O método consiste em extrair a impressão digital do smartphone, e em seguida imprimi-la numa simples folha de papel através de uma impressora comum de jacto de tinta, como se pode ver no vídeo:

 

Claro que há uma pequena particularidade…É que a tinta usada não é uma tinta qualquer. Para que o método funcione é necessário usar um papel especial fabricado pela AgIC e tinta condutora, que basicamente é um tipo de tinta que conduz electricidade tal como os nossos dedos. Em cerca de 15 minutos o processo está concluído e com uma folha de papel conseguimos desbloquear sensores capacitivos de impressão digital de smartphones, apesar de não funcionar em todos os aparelhos.

O objectivo da equipa de investigação que desenvolveu o método é alertar os fabricantes para a falta de medidas anti-pirataria nestes métodos de segurança. Não será demais relembrar que os “milagres” da tecnologia são para todos, e à medida que surgem novas funcionalidades, também surgem novos métodos de tirar proveito delas ilicitamente.

Relacionado:
Zenfone 2 com nova atualização disponibilizada pela Asus

Fonte: Android Authority