Scareware Android – Sabem o que é?

 

Se costumam jogar jogos populares no vosso smartphone, certamente já repararam que surgem quase que de imediato outras aplicações na PlayStore com supostos “cheats” e “hacks” para os jogos mais populares no momento.

Vamos dar como exemplo o Minecraft que tem um sem número de aplicações com nomes parecidos que prometem dar os truques dicas e hacks para superarmos os níveis mais desafiantes do jogo, estas aplicações costumam estar na Google Play Store. E a maioria delas promete coisas que não cumpre.

mine.jpg

 

 

 

Uma investigação efectuada pela ESET descobru que grande parte destas apps não passam de falsas apps para propagar scarewares.

Falámos no Minecraft pois é um jogo extremamente popular,  o Pocket Edition já foi instalado mais de 30 milhões de vezes.

Segundo a ESET, as apps maliciosas com supostos truques e dicas já foram instaladas em mais de 600.000 aparelhos Android. No total, foram descobertos mais de 30 apps scarewares, na sua maioria maioria são sobre o Minecraft.

jesta-virusalerts.jpg

O que é o Scareware?

Como o próprio nome indica o Scareware é um tipo de malware que se baseia no medo, ou seja assustar o utilizador, fazendo-o acreditar que tem um problema, e que o resolver deve subscrever um serviço ou instalar uma aplicação normalmente pagas e que não servem para nada.

Relacionado:
Xiaomi apresenta o belíssimo Mi Mix

android-virus_520352.jpg

Este tipo de ataque faz com que as falsas apps direccionem os utilizadores para sites maliciosos. Estas apps ao contrário de truques e dicas para o vosso jogo preferido apenas exibem banners que tentam enganar os utilizadores para que acreditem que o sistema Android está infectado por um “perigoso vírus”. Para “remover o vírus” é indicada a subscrição de um serviço premium via SMS, que pode custar 4,80 euros por semana.

O idioma dos banners também costuma variar de acordo com a localização do aparelho da vítima, o que torna o esquema mais credível.

 

O nome atribído a esta ameaça é Android/FakeApp.AL e é transversaç a todas as aplicações deste tipo.  A única diferença é o nome e ícones das aplicações.

Qualquer interacção com a aplicação irá resultar numa janela de alerta a indicar que o sistema está infectadoe que para o remover devem subscrever ou instalar qualquer coisa. Alguns relatos indicam que estas mesnagens de alerta estão cada evz mais elaboradas e podem até exibir logotipos e nomes que associamos a empresas de confiança como Mcafee ou G-Data

A Google afirma já ter removido todas as aplicações com estas características, no entanto não custa nada estar atento.

Recomendamos a leitura do artigo abaixo para avaliarem se necessitam ou não de um anti-vírus

Devemos usar antivirus no Android?

Já vos aconteceu algo semelhante? Deixem a vossa experiência.