Samsung Gear S2 Hands On

Foi no passado dia 23 de outubro que a Gigante Samsung apresentou em Portugal o seu novo “wearable”.

O Gear S2 estará disponível a partir de 30 de Outubro para toda a gente que o queria adquirir este novo produto da Gigante Sul Coreana, no entanto para quem puder passar pelo  “Gear Studio” que estará em Lisboa até 7 de Novembro, ao qual recomendo desde já irem, fica a informação que caso façam uma reserva, terão direito a uma bracelete extra para personalizar o vosso smartwatch.

gearstudio.jpg

 

Mas voltando ao Gear S2.

Como já referido a Gear S2 estará disponível em Portugal em dois modelos “Gear S2” e o “Gear S2 Classic”, sendo que a diferença principal entre eles será o seu visual e tamanho bem como o sistema intermutável de braceletes.

Ambos os equipamentos vêm com um ecrã 1.2 Super AMOLED (360×360), 4Gb de ROM (espaço para guardarem as vossas coisas), 512MB de RAM, sistema tinzen,  não é “Android Wear”,  uma bateria que a Samsung diz que vai dar entre 2 a 3 dias,  bluethooh 4.1, Wi-FI, NFC , e uma coletânea de sensores, (barómetro, cardíaco, luz ambiente, sensor direcional de 6 eixos) e ainda vêm com certificado IP68, o que quer dizer que é resistente a poeira e à agua.

“Materiais autênticos e acabamentos premium”


gears2_33.jpg

gear_s2.jpg

Ecrã Super AMOLED Gorila Glass, em aço inoxidável, o que irá conferir uma robustez ao relógio, sendo as braceletes em Elastómero ou pele.

Relacionado:
Smartphone desconhecido passa a barreira dos 200 mil pontos no Antutu

O “Gear S2” têm um look mais desportivo e mais apelativo a camada mais jovem, com umas simpáticas medidas de 42.3 x 49.8 x 11.4 mm, e uma gama colorida de braceletes para trocar, atenção que o sistema de troca de braceletes do “Gear S2” é diferente do “Gear S2 Classic”.

Já que o “Gear S2” trás um sistema rápido de troca proprietário da Samsung, já o seu irmão mais “Fashion”  39.9 x 43.6 x 11.4 mm vêm com umas medidas ligeiramente mais elegantes e o sistema convencional de troca de braceletes, e deixem que vos diga que ambos ficam bem no pulso.

Mesmo para alguém com pulso pequeno, que será o meu caso… mas continuando.

Sendo que a grande novidade é que a Samsung, trocou de look quadrado para o convencional redondo dos relógios, e agora todos os dispositivos Android com a versão 4.4 e com uma RAM superior a 1.5GB poderão conectar-se ao smartwatch.

Toda sua interface baseia-se no “círculo” e a sua moldura rotativa torna toda a sua experiencia mais intuitiva e natural para o utilizador, não esquecendo o mais importante que é o facto de a informação não ficar obstruída quando estamos a percorrer os vários conteúdos.

Segundo a Samsung “Integração perfeita entre o formato clássico e a tecnologia digital moderna”.

 

gear2show.jpg

 

 

Para além de todo o “fitness tracking” que a gama “Gear” já trazia, o “Gear S2” não desaponta, sendo que segundo a marca, o mesmo irá automaticamente guardar toda a nossa atividade física diária para mais tarde podermos consultar, e ao mesmo tempo o nosso batimento cardíaco, uma vez que reconhece automaticamente movimento e assim separa por atividades.

  • Atividade Saudável
  • Atividade ligeira
  • Tempo inativo
Relacionado:
Galaxy S6 e S6 Edge preparam-se para receber atualização do Android 7.0 Nougat

Já em termos de conectividade, o “Gear S2” vêm com o sistema operativo Tizen que segundo a Samsung, irá ter uma colectânea de aplicações de integração com o vosso smartphone, nunca perdendo assim uma notificação e ficando sempre a par de todas as vossas feed’s.

Para além disso o “Gear S2” vêm com NFC que futuramente suportara o “Samsung Pay”, bem como sistemas de controlo ambiental para a sua casa e carro.

Tudo isto pelo preço base é de 349€ para o “Gear S2” e 379€ para a versão “Gear S2 Classic”.

Será que compensa por um smartwatch que nem “Android Wear” trás e não passará de um complemento ao vosso equipamento atual.

Fica a questão.