Depois de ter falhado por completo a implementação do Galaxy Note7 no mercado, a Samsung já pensa em alternativas com intuito de não perder os utilizadores desse segmento. Por isso, e com a tentativa de agradar aqueles que no passado queriam e/ou tiveram um Galaxy Note7, a Sul Coreana pensa em aumentar o ecrã do seu futuro topo de gama, o Galaxy S8.

galaxy-note-7-090216.jpg

Segundo os últimos rumores, o Galaxy S8 poderá vir com 2 tamanhos distintos, um deles com ecrã de 5.7 polegadas, enquanto a outro teria 6.2 polegadas.

Em termos de comparação, o Galaxy S7 tem ecrã de 5.1 polegadas e o S7 Edge tem 5.5 polegadas. Já o Note7 tinha ecrã de 5.7 polegadas, que seria o equivalente à menor variante do Galaxy S8.

Outros rumores dão conta de que o Galaxy S8 terá um design quase sem bordas, o que significa que o ecrã poderá ocupar mais de 90% da frontal do equipamento, e por isso, os smartphones apesar de virem com ecrãs significativamente maiores, as suas reais dimensões serão muito semelhantes às dos seus antecessores.

Para os mais distraídos, o Galaxy Note7 teve de ser retirado do mercado devido a problemas com a sua bateria. Mesmo após o Recall por parte da Samsung, os aparelhos apresentavam problemas de "explosão" das baterias, pelo que a Sul Coreana de imediato mandou retirar todos os smartphones do mercado, incluindo aqueles que já estavam na posse dos utilizadores.

Relacionado:
Sucessor do Nexus 7 deverá ser fabricado pela Huawei