Muitos têm sido os rumores que dão conta que a Huawei esteja a trabalhar no seu próprio sistema operativo, e por conta desses rumores, o CEO da fabricante chinesa, Richard Yu, sentiu-se na “obrigação” de fazer um comentário sobre os mesmos. Utilizando a sua conta pessoal na rede social Weibo, Yu dá conta que a Huawei não tem planos para abandonar o Android. Lembrando que o sistema da Google ajudou muito no desenvolvimento dos smartphones, beneficiando os consumidores, o CEO garantiu ainda que enquanto o sistema da Google se mantiver aberto e mantiver suporte a outros dispositivos, a Huawei vai continuar a utilizá-lo, continuando a investir na sua interface, a Emotion UI, que deverá receber uma atualização em breve.

0B5CUt KUpXFUWlhwcE1salRlbTQ Richard Yu, CEO da Huawei, fala sobre a continuidade com o sistema Android image

Curioso é que momento algum YU negou que a Huawei esteja na realidade a trabalhar num sistema operativo próprio, que dão assim como certas as informações disponibilizada pelo site The Information, que afirmaram que a fabricante chinesa contratou os antigos engenheiros da Nokia para a realização desse projeto, que por agora chamam de Kirin OS.

Provavelmente a Huawei está a precaver-se de uma eventual mudança na política da Google, que segundo os últimos rumores dão conta que a gigante de Mountain View se prepara para tornar o Android num sistema proprietário, com o intuito de acabar com a fragmentação.

Depois da Samsung, que desenhou o Tizen, agora a Huawei? A Google tem de fazer algo se quiser manter os seus “clientes”.

Relacionado:
Google Pixel XL : Vamos conhecer o interior do Flagship da Google