O Projecto Tango está cada vez mais perto de se tornar realidade. O que há algum tempo atrás parecia uma utopia ou até uma cena de ficção científica, hoje em dia é um dos mais interessantes e ambiciosos projectos da gigante Google.

Para que não sabe, o Projecto Tango é um iniciativa da empresa de Mountain View que procura dotar smartphones de características que lhes confiram melhor capacidade de usar tecnologia de realidade aumentada.

0B5CUt KUpXFURTN6Ul9rXzZoZ3M Projecto Tango: Primeiros aparelhos do vão ter chips Snapdragon image

Lenovo Phab 2 Pro com Snapdragon 652

Já foi anunciado que o Lenovo Phab 2 Pro será o primeiro aparelho construído no âmbito deste projecto, disponível para o público, e agora a Qualcomm veio anunciar que serão seus os processadores que vão equipar este tão aguardado aparelho.

A renomeada fabricante de chips afirma que fez melhorias aos seus processadores de modo a poderem arcar com as poderosas funções do Projecto Tango com menos de 10% de aumento de carga de processamento. Tendo em conta que o Projecto Tango usa três câmaras diferentes (uma standard, uma de rastreio de movimento e outra de profundidade), juntamente com um giroscópio, um acelerómetro e todo o rendering de realidade aumentada, são de facto impressionantes os resultados que a Qualcomm apresenta.

0B5CUt KUpXFUZjhFRm04cndmYjA Projecto Tango: Primeiros aparelhos do vão ter chips Snapdragon image

Ao que tudo indica o Lenovo Phab 2 Pro será gerido pelo Qualcomm Snapdragon 652 que a empresa afirma ter sido optimizado para o Projecto Tango, juntamente com o seu “irmão” mais poderoso, o Snapdragon 820. A optimização destes chips significa que não há necessidade de recorrer a processadores externos para lidar com a carga extra do Projecto Tango.

Relacionado:
Google Trips finalmente oficializado: Nunca foi tão fácil planear uma viagem

Neste vídeo podes verificar qual a contribuição da Qualcomm e dos seus processadores para o projecto da Google:

https://youtu.be/LcWKW365Uxs