Processador da Xiaomi é mais veloz que o Snapdragon

Para comemorar o seu quinto aniversário, a Xiaomi lançou o Redmi 2A, que não é mais que o novo smartphone de baixo custo da empresa chinesa. O telefone em questão chega ao mercado pelos simples 96 dólares, ou seja, €90.
Além do baixo custo, o Redmi 2A dispõe de um detalhe muito interessante, que é a presença de um processador produzido pela própria Xiaomi, o Leadcore L1860C quad-core com clock de 1.5 GHz.

%name Processador da Xiaomi é mais veloz que o Snapdragon imageO processador contem quatro núcleos Cortex A7 auxiliados por tecnologias capazes de gerir operações mais simples, o que faz com que seu desempenho final seja mais agradável e fluído, ainda mais por ser um processador acompanhado de uma GPU Mali T628MP2.

Essas características fizeram com que o Leadcore L1860C, em testes realizados no Antutu, ultrapassasse o seu principal rival, o Snapdragon 410.

O processador da Xiaomi atingiu a marca dos 23 mil pontos, enquanto que o seu rival da Qualcomm consegue atingir aproximadamente 20 mil pontos no mesmo teste, o que mostra que a empresa chinesa acertou na criação do Leadcore L1860C.

bdfbsgfbgdsbgfdsf8 Processador da Xiaomi é mais veloz que o Snapdragon image

Óbvio que o teste de Benchmark não nos diz se realmente o telefone vai ou não ser mais fluido que outro. Mas é um belo ponto de partida para se conhecer um pouco do telefone.
Como tal não há como negar que a Xiaomi fez um bom trabalho quando resolveu lançar o Redmi 2A com um processador próprio, já que essa atitude mostra que a empresa possui sua própria independência.

Relacionado:
Xiaomi Mi Note 2 apresentado oficialmente