Os proprietários de telefones OnePlus afirmam que a fabricante chinesa necessita de trabalhar mais rapidamente e de modo mais eficiente nas atualizações de firmware. Alias, não é só a Oneplus, são todas as fabricantes, mas parece que a OnePlus pelo menos parece estar a fazer todos os esforços nesse sentido. Para isso, a empresa anunciou que os seus dois sistemas operativos serão fundidos: os Oxygen OS e Hydrogen OS. Vá agora é o momento dos entendidos em química fazerem a sua gracinha… vem ai o H2O 🙂 (não, não é isso).

Para quem não está familiarizado com os 2 sistemas da OnePlus, é muito simples de perceber: o Oxygen OS é o seu software principal, foi originalmente concebido pelos ex-elementos da Paranoid Android. Já o Hydrogen OS é a ROM chinesa concebida para apelar a esse mercado muito difícil… que a meu ver é uma ROM Android com uma UI do estilo iPhone. A OnePlus disse no blog XDA que as duas equipas de desenvolvimento serão fundidas num futuro muito próximo para consolidar recursos e, esperançosamente, trazerem melhores atualizações aos utilizadores em ambas as versões.

De acordo com o que foi dito no XDA, o Oxygen OS 3.5 (com base no Android Marshmallow) já tem frutos dessa união, em especial no aspeto visual. A empresa está a dar mais atenção ao feedback dos utilizadores para que os updates para as mudanças de interface de utilizador sejam mais do seu agrado. Obviamente que avançar para uma interface com uma skin "iphone" e deixa-lo mais da AOSP não vai fazer a grande maioria dos utilizadores muito felizes.

Relacionado:
WebVR chega ao Chrome para Android já em janeiro 2017