Há oito meses, fomos apanhados de surpresa com o anúncio da venda da Motorola Mobility à Lenovo por 2,91 biliões de dólares. Entretanto, a compra ainda não havia sido aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Porém, hoje, 30 de outubro de 2014, o negócio foi finalmente concluído e a Motorola é oficialmente uma empresa da Lenovo.

A partir de agora, a Lenovo passa a ter participação em todo o mundo, visto que a grande maioria das vendas de smartphones da Lenovo estavam concentradas na Ásia e na Europa. Assim, com a Motorola o fabricante chines abre as portas para o mercado americano. Vale ainda a pena lembrar que, embora a nova Motorola Mobility possa usar as suas patentes, elas continuam a ser de propriedade da Google.

Em declaração no seu site oficial, a Motorola garante que irá manter o trabalho que tem vindo a desenvolver com a linha Moto e com a pronta entrega das actualizações do OS da Google:

 

A icônica marca Motorola vai continuar, bem como as franquias Moto e DROID que têm impulsionado o nosso crescimento em relação ao ano passado. Continuaremos com foco na entrega rápida das actualizações do Android puro, e manteremo-nos comprometidos com o desenvolvimento de tecnologias para resolver os reais problemas dos consumidores. E vamos continuar a desenvolver dispositivos móveis que entregam valor e qualidade às pessoas.

 

Para aumentar ainda mais a expectativa do mercado, durante a conferência Code/Mobile, o presidente da Motorola, Rick Osterloh, confirmou que a empresa teve um crescimento de 100% em apenas um ano. Assim, a Lenovo passa a ser dona de uma das empresas com o melhor resultado de 2014.

Relacionado:
Nexus 9 LTE também já conhece o doce sabor do Android Nougat

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Motorola Via: AndroidPit