O 5G vem aí! O que é o 5g?

 

O 5G é difícil de definir, principalmente porque não existe ainda uma descrição oficial detalhada. Isto mostra o quão longe ainda está da nossa realidade. Mas isso não impediu praticamente todos os grandes fabricantes desde a Samsung passando pela Huawei até à  Ericsson, de fazer afirmações sobre os resultados das suas experiências 5G.

5G pode simplisticamente ser descrito como uma alteração importante (chamada de mudança de gerações) em termos do que temos atualmente: 4ª geração conectividade sem fio. Isto apenas significa que o 5G precisa ser significativamente mais rápido do que o 4G actual.

Os principais princípios do 5G rodam em torno de algumas áreas-chave: latência extremamente baixa (o que significa praticamente nenhum atraso), multi-utilizador e conexões multi-streaming (ou seja, muitas conexões capazes de transferir dados através de múltiplos fluxos simultaneamente), correspondência de velocidade (banda larga é atribuída de acordo com as necessidades) e da penetração.

Penetração apenas significa que, uma vez que o 5G estiver implementado ele vai simplesmente estar em toda parte, por isso não importa onde estejamos no mundo ligação com a internet será estável, super rápida e essencialmente ininterrupta: não haverá mais ‘manchas ou áreas de conectividade fraca’.

5G também permitirá muito mais ligações nas larguras de banda disponíveis, assim como a Internet das Coisas (wearables, casas inteligentes, carros inteligentes etc) cresce exponencialmente, 5G será capaz de acomodar estas crescentes necessidades.

Relacionado:
Xiaomi Mi5c com preço divulgado antes de tempo: é incrivelmente baixo!

5GspeedsgraphGSMA O 5G vem aí! O que é o 5g? image

Estas são as velocidades de downlink teóricas previstas para 5G. © GSMA Intelligence

Como é comparar 5G com 4G?

Este é um começo para entender as diferenças, porque nós já sabemos o que é o 4G LTE. 4G é o número de Standards de tecnologia de transmissão de dados sem fio que na sua maioria giram em volta do LTE (Long Term Evolution).

LTE é a internet 4G de banda larga móvel mais comum com taxas de dados de pico de 100 Mbit / s de upload e 1 Gbit / s de download.
LTE é o nome genérico para o tipo de velocidades 4G que se costuma ver em smartphones, embora seja conhecido por alguns outros nomes nos paíse asiáticos.

LTE-A, ou LTE Advanced, é um reforço para a tecnologia 4G existente (500 Mbit / s upload e 1 Gbit / s de download), mas ele não está nem perto das velocidades que o 5G acabará por trazer.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=0MVZyr7-cj0″]

Qual o estado do 5G no imediato?

Porque o 5G ainda não foi oficialmente definido, é difícil dizer que velocidades mínimas podemos esperar dele. No entanto, esta falta de definição não impediu muitos OEMs de divulgar os resultados das suas experiências em 5G.

A Samsung conseguiu no ano passado registar uma velocidade máxima de 7,5 Gbit / s

A Ericsson também conseguiu realizar com sucesso demonstrações 5G em meados de 2014, com 5 Gbit / s de taxa de transferência.

Relacionado:
Mozzila promete um Firefox mais rápido já em 2017

A Huawei afirmou que a empresa iria lançar uma rede 5G comercial em 2020, que seria 1.000 vezes mais rápida do que as velocidades atuais 4G. Estes números são bastante surpreendentes se fizermos as contas.

A Huawei está agora a promover algo que chama de 4.5G, que se refere à Internet móvel velocidades que são muito melhores do que 4G (LTE-A, mesmo), mas ainda não é rápido o suficiente para ser considerado 5G.

A ZTE também entrou na corrida com a sua própria categoria: ‘ pre5G. ‘ 5G-like ” Poderá trazer velocidades muito superiores ás redes 4G existentes (transmissão de multi-stream e capacidades multi-usuário em LTE).

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=bfNmiYtG9Cg”]

Quando vamos ter 5G?

2020 é o ano que todos apontam como meta, mas pode ser apenas a disponibilidade comercial em grande escala. As agências militares e governamentais podem muito bem já estar a usar 5G nos próximos anos. Como mencionado acima, já temos velocidades 5G-like, mas mesmo elas empalidecem em comparação com as promessas do que um 5G pleno fará.

Como acham que a chegada do 5G vai ser no mundo dos smartphones? Deixem os vossos comentários.

PARTILHAR
Artigo anteriorLG G Pro 2 começa a receber actualização OTA para o Android Lollipop 5.0.1
Próximo artigoNovo Moto E é revelado
Fundador do Androidgeek.pt ,trabalho em TI há dez anos. O desafio de gestão de equipas com foco nas necessidades do mercado deu-me o background certo para abraçar vários projetos online, nos quais aproveito a minha experiência em duas das minhas paixões: Tecnologia e Escrever. Sou um profissional dedicado com vasta experiência em todas as áreas de Gestão de TI e Gestão de serviços na área de Tecnologias de Informação. Sou apaixonado por tecnologia, Android, Publicidade, Marketing Digital e posicionamento estratégico.