Nokia emite comunicado a desmentir regresso (para já) ao mundo dos smartphones

Na passada sexta-feira demos a conhecer aos nossos leitores um eventual regresso da Nokia ao mundo dos smartphones. Tais palavras foram do presidente da divisão chinesa da empresa, que deu a deu a entender que os novos aparelhos irião ser fabricados em Sichuan. Acontece que hoje a Nokia fez sair um comunicado oficial a desmentir tais intenções.

“Notícias recentes a informar que a empresa revelou a sua intenção para fabricar dispositivos surgiram na China. Esses rumores são falsos, incluindo o comentário realizado por um executivo da empresa. A Nokia reitera que actualmente não tem nenhum plano para fabricar ou vender dispositivos aos consumidores”, afirmou a empresa em comunicado oficial.

O negócio que a Nokia realizou com a Microsoft proíbe-a de vender dispositivos móveis até o fim de 2015, e de licenciar qualquer coisa até o terceiro trimestre de 2016. Provavelmente foi por isso que a Nokia revelou hoje que não é assim tão fácil e que não voltará agora ao sector de dispositivos móveis.

Como tal, não será desta que os fãs da marca poderão voltar a ter um dispositivo da marca. Contudo e pelo que pessoalmente fico a perceber, a Nokia faz sair este comunicado, para não quebrar qualquer alínea do contracto com a Microsoft, e provavelmente estarão mesmo já a preparar a sua entrada no mundo dos smartphones mas nunca para antes de Outubro de 2016.

Relacionado:
Football Manager Touch 2017 chega ao Android

nokia logo connecting people Nokia emite comunicado a desmentir regresso (para já) ao mundo dos smartphones image

Nokia reaffirms it currently has no plans to manufacture or sell consumer handsets

April 26, 2015

SUNNYVALE, Calif. – Nokia notes recent news reports claiming the company communicated an intention to manufacture consumer handsets out of a R&D facility in China. These reports are false, and include comments incorrectly attributed to a Nokia Networks executive.

Nokia reiterates it currently has no plans to manufacture or sell consumer handsets.