Depois de uma reunião de acionistas da Nintendo, a empresa comunicou e deu a entender que poderá avançar para o desenvolvimento de um joystick para jogos em dispositivos móveis.

Shinya Takahashi, Diretor geral e gerente da secção de planeamento e desenvolvimento de entretenimento da empresa, afirmou que “os controlos físicos para aplicações de dispositivos inteligentes estão disponíveis no mercado e é possível que também possamos desenvolver algo novo por nós mesmos.”

Claro que nada disso poderá ser considerado oficial ou que de facto a empresa já esteja a trabalhar neste assunto. No entanto, e a confirmar-se a noticia, podemos verificar que se confirmam as intenções da Nintendo em investir em jogos para smartphones, o que poderia levar os consumidores de volta para algo semelhante à era do Game Boy.

mitomo.jpg

“Por outro lado”, acrescenta Takahashi, “eu penso que vamos fazer aplicações, e não apenas jogos de ação, tendo em conta o que melhor encarna aplicações no ‘estilo Nintendo’, incluindo aplicações para todos, desde crianças a idosos”.

A empresa tem cogitado coisas bem interessantes, mas que não podem ainda ser consideradas oficiais. Exemplo disso é a possibilidade de um dispositivo para realidade virtual.
Desde o lançamento de Miitomo (a primeira aplicação da Nintendo para smartphone), mais de 10 milhões de utilizadores descarregaram a aplicação, o que leva a querer que a resposta ao facto da aplicação ter sido lançada em plataformas “não Nintendo” tem sido boa, atingindo “vários grupos de idades em cada país,” o que tem sido muito interessante para a equipa.

Relacionado:
madeby.google : Tudo o que a Google hoje nos apresentou