Agora que a Motorola é controlada pela gigante chinesa Lenovo, não há mãos a medir com rumores acerca de novos modelos da marca. Ao que parece a empresa estará a preparar algumas surpresas para este segundo semestre de 2016. Estamos a falar do Moto M, que possivelmente até terá duas variantes.

Conforme foi avançado pela malta do PhoneArena, o modelo Moto M XT1662 foi hoje certificado pela TENAA, que habitualmente é indicador de que a sua apresentação pode estar eminente. Como é habitual, esta passagem pela agência de certificação de telecomunicações chinesa deixou escapar algumas características do smartphone.

Moto M (2).jpg


Ficámos a saber que o Moto M XT1662 terá um ecrã de 5,5" com resolução 1080 x 1920 bem como um SoC MediaTek MT6755, 3 GB de RAM e 32GB de armazenamento interno. À frente vai contar com uma câmara de 5 MP, e atrás estará presente um sensor de 16 MP com o já habitual sensor de impressões digitais por baixo. O Android 6 Marshmallow será o SO de serviço e a fornecer a energia a tudo isto estará uma bateria com capacidade de 3000 mAh.

Moto M poderá vir em duas variantes de dimensões distintas

Moto M (3).png

No entanto, ontem foi tornado público um relatório do GFXBench que revela testes de uma outra variante da mesma linha, o Moto M XT1663. Segundo o relatório estamos perante um modelo mais compacto, com um painel de 4,6" de resolução Full HD e um processador MediaTek MT6750. As restantes especificações são semelhantes às da variante XT1662.

Relacionado:
[Geek Alert] Cubot Manito com 3GB de RAM e Android Marshmallow por€80

Tudo aponta para estes dois aparelhos sejam a nova aposta da Motorola/Lenovo para atacar o segmento de gama média do mercado. Juntamente com a linha de gama alta, Moto Z, espera-se que sucedam à antiga série X.