A Microsoft lançou uma Oferta Pública de Aquisição sobre a rede social Linkedin, por 26,2 mil milhões de dólares (23,3 mil milhões de euros).

A Microsoft anunciou, nesta segunda-feira, ao mercado um acordo para adquirir a rede social profissional LinkedIn por 196 dólares por ação. A transação em dinheiro é avaliada em 26,2 mil milhões de dólares (23,3 mil milhões de euros) é a maior da história da Microsoft.

Segundo a Reuters, as ações da LinkedIn subiram 48 por cento na pré-abertura do mercado, após o anúncio. Jeff Weiner vai permanecer como CEO da rede social e irá reportar ao CEO da Microsoft, Satya Nadella. A venda deverá ser concluída até o final do ano, tendo merecido o apoio de todo o ‘board’ da empresa, incluindo do ‘chairman’ e acionista maioritário, Reid Hoffman.

0B5CUt KUpXFUTkJILXMwOFdlUG8 Microsoft adquire a Linkedin por 23,3 mil milhões de euros image

A operação, financiada com dívida, vai permitir combinar os serviços de computação na nuvem (‘cloud’) da Microsoft, que está em franco crescimento, com a vasta rede de 433 milhões de utilizadores do Linkedin.

Citado pela Reuters, o presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, afirmou que sempre teve “admiração” pelo Linkedin. E revelou que o objetivo é aumentar as receitas da empresa através da captação de novas assinaturas e de publicidade dirigida a determinados consumidores.

Apesar do prémio de 49,5% oferecido pela Microsoft, as ações do Linkedin serão vendidas abaixo do pico de 270 dólares atingidos no ano passado, lembrando que a empresa entrou em bolsa em 2011, a 45 dólares por ação.

Relacionado:
Xiaomi Redmi 4 ganha certificacao TENAA, e outro leak de imagens 

Se ainda não usa a aplicação, ela encontra-se disponível gratuitamente no PlayStore.